Com 43 m², apê ganha espaço através da integração de ambientes

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://fotos.noticias.bol.uol.com.br:80/entretenimento/2012/07/26/com-43-m-ape-ganha-espaco-atraves-da-integracao-de-ambientes.htm
  • totalImagens: 12
  • fotoInicial: 8
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20120726211551
    • decoração [18997]; projeto [18398]; apartamento [13216]; apartamento pequeno [30936];
Fotos

O apartamento de 43 m² teve reforma e design de interiores assinados por Marcel Steiner. O piso de tacos que combina ipê e peroba rosa - original da residência - foi mantido e extendido até a cozinha, que tinha revestimento de cerâmica vermelha Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

Parte das vigas e pilares do Apartamento 43, decorado por Marcel Steiner, foi "descascada" para que o concreto ficasse aparente. Para ampliar o espaço, a parede divisória entre a cozinha e a sala foi suprimida Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

O esmalte fosco na cor preta recobre parte das paredes da cozinha do Apartamento 43, em São Paulo. A marcenaria do ambiente também recebeu tratamento escuro que, segundo o designer de interiores Marcel Steiner, garante aconchego ao espaço. Pôsteres de filmes, como "Um Corpo que Cai" (Vertigo, 1958), fazem parte da decoração Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

No living, o aparador/banco de concreto é o destaque da decoração. Sobre ele há uma vitrola de inspiração vintage, além de objetos pop (livros e miniaturas dos Beatles, além de uma Kombi bicolor) e uma máquina de escrever antiga. O Apê 43 fica em São Paulo e tem decoração assinada por Marcel Steiner Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

A máquina de escrever antiga faz parte da decoração do Apartamento 43, decorado por Marcel Steiner, em São Paulo Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

No living, o aparador/banco de concreto é o destaque da decoração. Sobre ele há uma vitrola de inspiração vintage, além de objetos pop (livros e miniaturas dos Beatles, além de uma Kombi bicolor) e uma máquina de escrever antiga. O Apê 43 fica em São Paulo e tem decoração assinada por Marcel Steiner Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

O piso de tacos de peroba rosa e ipê é um dos pontos altos do Apartamento 43, datado da década de 1960 e reformado pelo designer de interiores Marcel Steiner. Na decoração, objetos cult e pôsteres de filmes icônicos Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

No quarto do Apartamento 43, decorado por Marcel Steiner, uma parede pintada de preto faz as vezes de cabeceira. Acompanhando toda a extensão da ampla janela, uma estante baixa, revestida com laminado melamínico na cor branca, acomoda livros e objetos Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

No quarto do Apartamento 43, decorado por Marcel Steiner, uma parede pintada de preto faz as vezes de cabeceira. Acompanhando toda a extensão da ampla janela, uma estante baixa, revestida com laminado melamínico na cor branca, acomoda livros e objetos Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

A alvenaria com acabamento preto aliada aos pilares e vigas de concreto aparente amarram o projeto de interiores do Apartamento 43, assinado por Marcel Steiner. Os elementos estão presentes no quarto (foto), no banheiro (com a diferença de que ali, a cor escolhida é o cinza chumbo) e no limite entre o living e a cozinha Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

No banheiro do Apartamento 43, em São Paulo, a bancada de concreto faz dupla com amplo espelho que reflete a luz e a parede escura; no piso foram aplicadas pastilhas foscas. O projeto de interiores do apê é assinado por Marcel Steiner Fernanda Petelinkar/ Divulgação Mais

Com apenas 43 m², o Apartamento 43, em São Paulo, perdeu uma de suas paredes divisórias (entre a cozinha e a sala) e ganhou em amplitude. São, agora, apenas quatro cômodos bem divididos Arte UOL Mais
Hospedagem: UOL Host