Exposição

Como a indústria do fumo enganou as pessoas

Informações sobre o álbums
  • editoria:Entretenimento
  • galeria: Exposição
  • link: http://fotos.noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/exposicao-cigarro_album.jhtm
  • totalImagens: 24
  • fotoInicial: 23
  • imagePath: http://f.i.bol.com.br/entretenimento/fotos/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110830151106
Fotos
A exposição "Propagandas de cigarro - como a indústria do fumo enganou as pessoas" está no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo,a partir de segunda-feira, 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
O objetivo é explicitar como a indústria do tabaco manipulou informações, utilizando falsas verdades para camuflar o fato de que seus produtos provocam graves problemas de saúde, como enfisema pulmonar e câncer. Divulgação Mais
A mostra é gratuita, aberta ao público e ficará exposta no hall de entrada do Icesp até o dia 14 de outubro. O Instituto do Câncer do Estado de São Paulo fica na Av. Dr. Arnaldo, 251 - Cerqueira César - próximo ao metrô Clínicas. Divulgação Mais
Para facilitar a visitação das 90 peças expostas no Icesp, a exposição está dividida conforme a temática das propagandas. Divulgação Mais
Para facilitar a visitação das 90 peças expostas no Icesp, a exposição está dividida conforme a temática das propagandas. Divulgação Mais
Para facilitar a visitação das 90 peças expostas no Icesp, a exposição está dividida conforme a temática das propagandas. Divulgação Mais
Para facilitar a visitação das 90 peças expostas no Icesp, a exposição está dividida conforme a temática das propagandas. Divulgação Mais
Para facilitar a visitação das 90 peças expostas no Icesp, a exposição está dividida conforme a temática das propagandas. Divulgação Mais
Para facilitar a visitação das 90 peças expostas no Icesp, a exposição está dividida conforme a temática das propagandas. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A exposição "Propagandas de cigarro - como a indústria do fumo enganou as pessoas" está no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo,a partir de segunda-feira, 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo. A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
A exposição "Propagandas de cigarro - como a indústria do fumo enganou as pessoas" está no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo,a partir de segunda-feira, 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo. A mostra, que reúne propagandas veiculadas nos Estados Unidos entre as décadas de 1920 e 1950, quando não havia controle sobre a publicidade do produto, apresenta campanhas em que médicos, crianças e até o Papai Noel "vendiam" cigarros. Divulgação Mais
Hospedagem: UOL Host