Vítimas do massacre

Fotos dos atingidos na tragédia

Informações sobre o álbums
  • editoria:Imagens do dia
  • galeria: Vítimas do massacre
  • link: http://fotos.noticias.bol.uol.com.br/imagensdodia/20110408-estudantesmortos_album.jhtm
  • totalImagens: 12
  • fotoInicial: 5
  • imagePath: http://f.i.bol.com.br/imagensdodia/fotos/
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110409174211
Fotos
Reprodução de foto de Larissa dos Santos Atanazio, 15 anos, morta na chacina. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Agência O Globo Mais
Mariana Rocha de Souza, de 12 anos, uma das estudantes mortas na escola municipal Tasso da Silveira. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Agência O Globo Mais
Reprodução da foto de Larrysa Silva Martins, 13 anos, que morreu dentro da escola. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Bruno Gonzalez/Agência O Globo Mais
Foto de Luiza Paula da Silveira Machado, de 14 anos, uma das vítimas do massacre na escola em Realengo, no Rio. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Agência O Globo Mais
Foto de Gessica Guedes Pereira, de 15 anos. Aluna do 7º ano, ela foi morta no massacre na escola em Realengo, no Rio. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Agência O Globo Mais
Reprodução da foto de Samira Pires Ribeiro, de 13 anos, uma das vítimas da tragédia na escola. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Agência O Globo Mais
Foto das gêmeas Brenda Rocha Tavares (de amarelo) e Bianca Rocha Tavares (à direita, de preto), de 13 anos. Brenda foi baleada e está no hospital. A irmã não resistiu aos ferimentos e morreu. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Agência O Globo Mais
Foto de Karine Lorraine Chagas de Oliveira, de 14 anos, uma das vítimas da tragédia na escola. Segundo a família, ela teria se fingido de morta antes de ser atingida por um tiro na testa. O ex-aluno Wellington Oliveira, 23, invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7), e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Fabiana Uchinaka/UOL Mais
Carlos Mauricio Pinto, pai do aluno Rafael Pereira da Silva, de 14 anos, uma das vítimas do ex-aluno Wellington Oliveira, 23. Ele invadiu a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na quinta-feira (7) e fez vários disparos que atingiram mais de 30 alunos. Doze crianças morreram, além do atirador. Fernando Quevedo/Agência O Globo Mais
Foto de Ana Carolina Pacheco da Silva, 13, uma das vítimas do atirador de Realengo. Ela foi dada como desaparecida, antes de ser reconhecida pelos pais no Instituto Médico Legal (IML) Afrânio Peixoto. Ana Branco/Agência O Globo Mais
Milena dos Santos Nascimento, de 14 anos, foi outra vítima do atirador que protagonizou o massacre em Realengo. Aluna do 6º ano, estudava na escola desde a 1ª série. O pai, Valdir dos Santos Nascimento, contou que ela adorava estudar. Reprodução/Bruno Gonzalez/Agência O Globo Mais
magem mostra outra vítima: Igor Morais da Silva, de 14 anos. O sepultamento do garoto, que morreu no hospital, foi marcado por uma chuva de rosas. Fã de futebol, Moraes sonhava em se tornar jogador. Uma bandeira do Flamengo foi colocada sobre o seu caixão. Reprodução/Bruno Gonzalez/Agência O Globo Mais
Hospedagem: UOL Host