Brasileiros descobrem novas aves na Amazônia

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://fotos.noticias.bol.uol.com.br:80/imagensdodia/2013/05/17/brasileiros-descobrem-novas-aves-na-amazonia.htm
  • totalImagens: 6
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20130517192438
    • Pará [5296]; Amazonas [5086]; Norte [53621];
    • Meio ambiente [11359]; Aves [12062]; Pássaro [9859]; Nova espécie [62743]; Amazônia [11722];
Fotos

Cientistas do Museu de Zoologia da USP (Universidade de São Paulo), do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia) e do Museu Paraense Emílio Goeldi fizeram a maior descoberta da ornitologia brasileira em 140 anos. O grupo encontrou, ao todo, 15 novas espécies de aves na Amazônia, sendo 11 endêmicas do Brasil. Entre as técnicas usadas para identificar as aves estão as análises de material genético e de suas vocalizações (canto e sons). O chorozinho do gênero "Herpsilochmus" (foto), por exemplo, tinha uma frequência sonora diferente dos sons emitidos por outras aves, caracterizando o achado Fábio Schunck Mais

A descrição simultânea de 15 novas espécies é considerada a maior descoberta da ornitologia brasileira nos últimos 140 anos. As aves serão apresentadas formalmente em uma série de artigos científicos previstos para serem publicados em julho, no volume especial do "Handbook of the birds of the world", que é adotado como fonte de consulta por ornitólogos do mundo todo. Acima, registro do bico-chato-do-sucunduri, espécie que vive próximo a um afluente do rio Madeira, na floresta amazônica Fábio Schunck Mais

Pesquisadores descobriram 15 novas espécies em três regiões do Amazonas. Oito delas vivem a oeste do rio Madeira, na parte ocidental da Amazônia; cinco habitam exclusivamente as terras situadas entre os rios Tapajós e Madeira, no centro da região Norte; e as outras duas na porção mais oriental da floresta tropical, a leste do Tapajós, no Pará. Acima, nova espécie de ave da família dos "Bucconidae" Fábio Schunck Mais

Conhecida popularmente como poiaeiro-de-chicomendes, essa ave da família "Tyrannidae" é uma das 15 espécies que foram descobertas pelo grupo de pesquisadores brasileiros - ela estava sem registro na literatura científica. Os novos pássaros amazônicos representam quase 1% a mais na biodiversidade nacional de aves, calcula Luís Fábio Silveira, curador do setor de ornitologia do Museu de Zoologia da USP, um dos coordenadores da iniciativa Fábio Schunck Mais

A nova espécie de gralha do gênero "Cyanocorax" já corre risco de entrar em extinção, afirma o grupo de pesquisadores. O pássaro é encontrado apenas na beira de campinas naturais entre os rios Madeira e Purus, próxima à rodovia BR-319, e no sul do Amazonas, próximo a Porto Velho. Com apenas 35 centímetros de comprimento, ela é conhecida popularmente na região como cancão-da-campina Luciano Moreira Lima Mais

Nova espécie de arapaçu-de-bico-torto, da família "Dendrocolaptidae", que foi descoberta na Floresta Nacional de Altamira, próxima à rodovia BR-163, no sul do Pará. A ave integra o grupo de 15 novas espécies achadas na Amazônia e que serão descritas simultaneamente em junho Zig Koch Mais
Hospedagem: UOL Host