Crise no Egito

Informações sobre o álbums
  • editoria:"televisao"
  • galeria: Crise no Egito
  • link: "http://televisao.uol.com.br/album/teste-01_album.jhtm?abrefoto=8"
  • totalImagens: 600
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20100924183801
Fotos
30.jul.2014 - Homens egípcios se reúnem no local de uma explosão na vila de Shurafa, ao sul do Cairo. Três pessoas morreram durante um ataque com um carro-bomba Khaled Kamel/AFP Mais
3.jul..2014 - Partidários do ex-presidente do Egito Mohamed Mursi, deposto há um ano pelo Exército, entraram em confronto com policiais no Cairo. Pelo menos cinco pessoas morreram durante o protesto Al Youm AL Saabi/Reuters Mais
30.jun.2014 - Homem ferido é colocado em ambulância após a explosão de uma bomba diante do palácio presidencial de Al Itihadiya, no leste do Cairo, Egito. Ao menos um policial morreu. A explosão ocorre no dia em que os protestos que levaram à derrubada do ex-presidente Mohammed Mursi, ligado à organização política Irmandade Muçulmana, completam um ano Ashraf Shabana/Efe Mais
28.jun.2014 - Policiais investigam local de explosão em subúrbio do Cairo, no Egito, neste sábado. Duas bombas caseiras colocadas em um prédio de telecomunicações do governo explodiram hoje, matando uma menina e ferindo a sua mãe, mulher do vigilante do prédio Mohammed Abu Zaid/AP Mais
25.jun.2014 - Manifestantes seguram cartazes durante protesto em Sanaa, no Iêmen, contra a prisão de jornalista da Al- Jazeera, no Egito. O presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, disse nesta terça-feira (24) que não vai interferir na decisão judicial que condenou os três jornalistas a prisão Mohammed Huwais/AFP Mais
25.jun.2014 - Forças de segurança egípcias e civis inspecionam os danos causados por uma explosão que atingiu uma estação de metrô em Shubra el-Khemia, norte do Cairo, Egito. Cinco bombas explodiram nesta quarta-feira (25) em quatro estações do metrô deixando ao menos três pessoas feridas, informou a polícia local. Um dos feridos encontra-se em estado grave Magdy Ebrahim/AP Mais
21.jun.2014 - Parentes de egípcios reagem a decisão do tribunal que confirmou neste sábado as condenações à morte contra 183 supostos partidários do presidente islamita Mohamed Mursi, deposto pelo Exército, entre eles o chefe da Irmandade Muçulmana, Mohamed Badie Khaled Elfiqi/EFE Mais
17.jun.2014 - Um repórter da rede de televisão Al-Jazeera, Abdullah al-Shami, e carregado por outros representantes dos meios de comunicação após ser liberado de uma delegacia no Cairo, Egito, nesta terça-feira (17). Abdullah al-Shami foi preso em agosto de 2013, quando cobria a repressão policial durante protestos dos apoiadores do ex-presidente deposto Mohammed Mursi Ahmed Gomaa/Xinhua Mais
7.jun.2014 - O líder da Irmandade Muçulmana Mohamed Badie faz gesto dentro de uma gaiola onde são colocados os réus em julgamento no Cairo, no Egito, neste sábado (7). Um tribunal egípcio condenou neste sábado à morte dez dirigentes da Irmandade Muçulmana acusados de instigar a violência na província de Qaliubiya, embora as sentenças não sejam definitivas Khaled Desouki/AFP Mais
4.jun.2014 - Egípcios comemoram na praça Tahrir, no Cairo, a vitória do ex-chefe do Exército, Abdel Fattah al-Sisi, para a presidência do país, nesta quarta-feira (4). Sisi recebeu quase 97% dos votos, anunciou na terça-feira a comissão eleitoral, confirmando pesquisas que previam uma vitória esmagadora. 47% dos eleitores votou neste pleito Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
3.jun.2014 - Egípcios erguem bandeiras nacionais durante celebração da vitória do ex-chefe do Exército Abdel Fattah al-Sisi, que venceu as eleições presidenciais com 96,9% dos votos, na praça Tahrir, no Cairo, nesta terça-feira (3). O seu único rival, o líder da esquerda Hamdeen Sabbahi, recebeu apenas 3,09% dos votos. O governo interino instalado por Sisi eliminou da cena política o principal movimento de oposição, o grupo islamita Irmandade Muçulmana Mohamed El-Shahed/AFP Mais
3.jun.2014 - Garoto egípcio usa um chapéu com o retrato do ex-chefe do Exército Abdel Fattah al-Sisi durante celebração da vitória do militar nas eleições presidências do país, na praça Tahrir, nesta terça-feira (3). Ele recebeu com 96,91% dos votos, enquanto o seu único rival, o líder da esquerda Hamdeen Sabbahi, teve apenas 3,09% dos votos. O governo interino instalado por Sisi eliminou da cena política o principal movimento de oposição, o grupo islamita Irmandade Muçulmana Mohamed El-Shahed/AFP Mais
3.jun.2014 - Egípcios erguem bandeiras nacionais durante celebração da vitória do ex-chefe do Exército Abdel Fattah al-Sisi, que venceu as eleições presidenciais com 96,91% dos votos, na praça Tahrir, no Cairo, nesta terça-feira (3). O seu único rival, o líder da esquerda Hamdeen Sabbahi, recebeu apenas 3,09% dos votos. O governo interino instalado por Sisi eliminou da cena política o principal movimento de oposição, o grupo islamita Irmandade Muçulmana Asmaa Waguih/Reuters Mais
3.jun.2014 - Egípcios celebram vitória do ex-chefe do Exército Abdel Fattah al-Sisi na eleições presidenciais na praça Tahrir, no Cairo, nesta terça-feira (3). Ele recebeu com 96,91% dos votos, enquanto o seu único rival, o líder da esquerda Hamdeen Sabbahi, teve apenas 3,09% dos votos. O governo interino instalado por Sisi eliminou da cena política o principal movimento de oposição, o grupo islamita Irmandade Muçulmana Asmaa Waguih/Reuters Mais
29.mai.2014 - Fogos de artifícios explodem sobre a praça Tahrir, no Cairo, na noite desta quinta-feira (29). O ex-comandante do Exército egípcio Abdel Fatah al-Sissi venceu a eleição presidencial com 96% dos votos, segundo resultados parciais, o que legitima o poder das Forças Armadas no país, onze meses depois da destituição do único presidente civil da história do Egito, o islamita Mohamed Mursi Amr Nabil/ AP Mais
29.mai.2014 - Simpatizante comemora a vitória do candidato Abdel-Fattah el-Sissi na eleição presidencial do Egito. Al-Sisi, o militar que derrubou o primeiro presidente livremente eleito no Egito, obteve mais de 90 por cento dos votos na eleição Amr Nabil/ AP Mais
28.mai.2014 - Trabalhador eleitoral egípcio organizar cédulas após o horário de encerramento da votação no Cairo, nesta quarta-feira (28). Resultados parciais da eleição presidencial do Egito apontam que o ex-chefe do Exército do Egito Abdel Fattah al-Sisi está prestes a alcançar uma vitória Pan Chaoyue/ Xinhua Mais
28.mai.2014 - Homens ajudam idoso após votação no Cairo, Egito. Esta é a primeira eleição após a derrubada do presidente islâmico Mohamed Mursi. Poucos eleitores compareceram neste dia adicional de votação, decretado pela Comissão Eleitoral para obter maior participação dos eleitores Nariman El-Mofty/AP Mais
28.mai.2014 - Mulheres comparecem a seção eleitoral no Cairo, Egito. Esta é a primeira eleição após a derrubada do presidente islâmico Mohamed Mursi. Poucos eleitores compareceram neste dia adicional de votação, decretado pela Comissão Eleitoral para obter maior participação dos eleitores Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
28.mai.2014 - Homem deposita voto em urna de seção eleitoral no Cairo, Egito. Esta é a primeira eleição após a derrubada do presidente islâmico Mohamed Mursi. Poucos eleitores compareceram neste dia adicional de votação, decretado pela Comissão Eleitoral para obter maior participação dos eleitores Nariman El-Mofty/AP Mais
28.mai.2014 - Mulher deposita voto em urna, na cidade de Alexandria, no Egito. Poucos eleitores compareceram neste dia adicional de votação decretado pela Comissão Eleitoral para obter maior participação dos eleitores AFP Mais
27.mai.2014 - 27.mai.2014 - Uma criança deposita cédula de voto em urna no segundo dia de eleição presidencial no país, nesta terça-feira (27). A Comissão Eleitoral Suprema decidiu estender até quarta-feira (28) o processo eleitoral para "dar a oportunidade de votar aos egípcios que vivem longe de suas seções eleitorais e aos que não puderam pela onda de forte calor" que atinge o país Mohamed El-Shaded/ AFP Mais
27.mai.2014 - Um soldado egípcio aponta o local de votação a uma mulher no segundo dia de eleição presidencial no país, nesta terça-feira (27). A Comissão Eleitoral Suprema decidiu estender até quarta-feira (28) o processo eleitoral para "dar a oportunidade de votar aos egípcios que vivem longe de suas seções eleitorais e aos que não puderam pela onda de forte calor" que atinge o país Khaled Desouki/ AFP Mais
27.mai.2014 - Mulheres ajudam idosas após votação em eleições presidenciais na cidade egípcia Ashmoon, a 40 km do Cairo, nesta terça-feira (27). O desespero das autoridades do Egito para conseguir uma participação massiva nas urnas teve reflexo na decisão de ampliar as eleições presidenciais em mais um dia e nas ameaças de sanções aos que se abstiverem Asmaa Waguih/ Reuters Mais
26.mai.2014 - O presidente interino do Egito, Adly Mansour, deposita seu voto em urna durante eleições presidenciais do país, no Cairo. As eleições no Egito ocorrem quase um ano depois de os militares derrubarem do poder Mohamed Morsi, líder da Irmandade Muçulmana e primeiro presidente democraticamente eleito no país Middle East News Agency/AP Mais
26.mai.2014 - Apoiadores do ex-chefe do exército e candidato à presidência do Egito Abdel Fattah al-Sisi celebram após votarem durante eleições, no Cairo. Todas as pesquisas apontam Sisi, que derrubou e prendeu o ex-presidente islamita Mohamed Mursi, como vencedor absoluto Mahmoud Khaled/AFP Mais
26.mai.2014 - No colo de sua mãe, menina coloca cédula eleitoral em urna durante eleições presidenciais do Egito. Votam nesta segunda e terça-feira 53 milhões de eleitores. Seus resultados serão anunciados no dia 5 de junho e, posteriormente, serão convocadas eleições legislativas Virginie Nguyen Hoang/AFP Mais
26.mai.2014 - Mulher conversa com oficial em sessão eleitoral antes de votar em eleições presidenciais do Egito. Votam nesta segunda e terça-feira 53 milhões de eleitores. Seus resultados serão anunciados no dia 5 de junho e, posteriormente, serão convocadas eleições legislativas Virginie Nguyen Hoang/AFP Mais
26.mai.2014 - Egípcia vota para escolha do novo presidente em sessão eleitoral no Cairo. As eleições no Egito ocorrem quase um ano depois de os militares derrubarem do poder Mohamed Morsi, líder da Irmandade Muçulmana e primeiro presidente democraticamente eleito no país. Favorito no atual pleito presidencial, Abdel Fatah al-Sisi, ex-chefe do Exército, foi quem anunciou, no dia 3 de julho de 2013, a deposição de Morsi, eleito em junho de 2012 Khaled Desouki/AFP Mais
26.mai.2014 - Homem checa seu nome em lista antes de votar durante eleições presidenciais do Egito. As eleições no Egito ocorrem quase um ano depois de os militares derrubarem do poder Mohamed Morsi, líder da Irmandade Muçulmana e primeiro presidente democraticamente eleito no país. Favorito no atual pleito presidencial, Abdel Fatah al-Sisi, ex-chefe do Exército, foi quem anunciou, no dia 3 de julho de 2013, a deposição de Morsi, eleito em junho de 2012 Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
26.mai.2014 - Egípcios votam em sessão eleitoral no Cairo durante eleições presidenciais. Votam nesta segunda e terça-feira 53 milhões de eleitores. Seus resultados serão anunciados no dia 5 de junho e, posteriormente, serão convocadas eleições legislativas Mohamed El-Shahed/AFP Mais
26.mai.2014 - Mulher egípcia segura cédula marcando voto para o ex-chefe do exército e candidato Abdel Fattah al-Sisi em sessão eleitoral no Cairo. Todas as pesquisas apontam Sisi, que derrubou e prendeu o ex-presidente islamita Mohamed Mursi, como vencedor absoluto Ahmed Gamil/AP Mais
26.mai.2014 - O ex-chefe do exército e candidato à presidência do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, gesticula após depositar seu voto em urna durante eleições presidenciais no Egito. Todas as pesquisas apontam Sisi, que derrubou e prendeu o ex-presidente islamita Mohamed Mursi, como vencedor absoluto Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
26.mai.2014 - Papa copita, Tawadros 2º, entra em sessão eleitoral durante eleições presidenciais no Egito, no Cairo. As eleições no Egito ocorrem quase um ano depois de os militares derrubarem do poder Mohamed Morsi, líder da Irmandade Muçulmana e primeiro presidente democraticamente eleito no país. Favorito no atual pleito presidencial, Abdel Fatah al-Sisi, ex-chefe do Exército, foi quem anunciou, no dia 3 de julho de 2013, a deposição de Morsi, eleito em junho de 2012 Ahmed Ramadan/AP Mais
26.mai.2014 - Egípcias têm dedo pintado após votar em eleições presidenciais do país no Cairo. Votam nesta segunda e terça-feira 53 milhões de eleitores. Seus resultados serão anunciados no dia 5 de junho e, posteriormente, serão convocadas eleições legislativas Lobna Tarek/El Shorouk Newspaper/AP Mais
25.mai.2014 - Pedestre anda no Egito, em meio a cartazes de apoio ao ex-chefe do Exército egípcio Abdel Fattah al-Sisi, candidato a presidente Asmaa Waguih/Reuters Mais
20.mai.2014 - Policiais atiraram bombas de gás lacrimogêneo em direção a partidários da Irmandade Muçulmana, durante uma manifestação na Universidade do Cairo, Egito. Pelo menos um estudante morreu e outro ficou ferido durante os confrontos Ahmed Gamil/AP Mais
19.mai.2014 - Crianças brincam com pipas com fotografias do candidato presidencial egípcio, Hamdeen Sabahy, no Cairo, Egito. A eleição presidencial será realizada nos dias 26 e 27 de maio Khaled Elfiqi/EFE Mais
19.mai.2014 - Egípcios assistem a julgamento sob a acusação de violência seguida de morte no bairro de Sidi Gaber, na cidade portuária de Alexandria, no Egito, dois dias após o Exército derrubar o presidente islâmico Mohamed Mursi, em julho passado. Um tribunal egípcio sentenciou 126 apoiadores da Irmandade Muçulmana a 10 anos de prisão cada no domingo (18). As acusações contra o grupo incluíram participação em grupo terrorista AFP Mais
14.mai.2014 - O ex-chefe do Exército egípcio Abdel Fattah al-Sisi, candidato à presidência do Egito, conversa com jornalistas durante entrevista para a agência Reuters, no Cairo, nesta quarta-feira (14) Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
14.mai.2014 - Policiais prendem estudante que protestava em favor da Irmandade Muçulmana e do ex-presidente Mohamed Mursi, na Universidade do Cairo. No país, manifestações sem prévia autorização do governo são proibidas Mohamed Abd El Ghany/EFE Mais
9.mai.2014 - Polícia (fora da imagem) dispara granadas de gás lacrimogêneo em simpatizantes da Irmandade Muçulmana, grupo do presidente deposto Mohammed Morsi, que protestavam no campus da universidade Al-Azhar, no Cairo (Egito) Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
5.mar.2014 - Apoiadores do ex-chefe do Exército egípcio Abdel-Fattah el-Sissi assistem à primeira entrevista televisionada concedida por ele em um telão instalado em rua no centro do Cairo, nesta segunda-feira (5). El-Sissi deu uma entrevista de campanha para se tornar o próximo presidente do Egito. Ele afirmou que decidiu concorrer por causa das ameaças que a nação enfrenta após o afastamento do primeiro presidente democraticamente eleito, Mohammed Mursi Khalil Hamra/AP Mais
28.abr.2014 - Segurando o retrato de um parente, mulher egípcia chora em frente ao tribunal que condenou à morte 682 suspeitos de apoiar o presidente deposto do país, Mohammed Mursi, e a Irmandade Muçulmana. Os condenados teriam, segundo a Justiça, responsabilidade em atos de violência e no assassinato de policiais durante protestos que pediam a libertação de Mursi, preso desde sua deposição no início de 2013 Khaled Desouki/AFP Mais
28.abr.2014 - Egípcia se emociona após um juiz condenar à morte 683 suspeitos de apoiar o presidente deposto do país, Mohammed Mursi, e a Irmandade Muçulmana. Os condenados teriam, segundo a Justiça, responsabilidade em atos de violência e no assassinato de policiais durante protestos pedindo a libertação de Mursi, preso desde sua deposição, no início de 2013 Ahmed Gomaa/AP Mais
28.abr.2014 - Egípcios choram fora do tribunal na província de Minya após a condenação do líder da Irmandade Muçulmana, Mohamed Badie, e mais de 700 opositores à morte, na manhã desta segunda-fiera (28). Os réus foram acusados de envolvimento no assassinato e tentativa de assassinato de policiais na província de Minya em 14 de agosto Khaled Desouki/AFP Mais
23.abr.2014 - Ativistas protestam contra a lei que restringe os protestos e para pedir a libertação de manifestantes detidos em frente ao edifício presidencial no Cairo, Egito, nesta quarta-feira (23). O cartaz diz: "Eu sou um manifestante pacífico. Porque me impedir de falar?" Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
23.abr.2014 - Estudantes partidário da Irmandade Muçulmana bloqueiam via com pneus queimados durante protesto contra a polícia e o Exército, nesta quarta-feira (23), do lado de fora do campus principal da Universidade de Cairo, no Egito. O ministro do Interior do Egito declarou que os dois ataques mortais que resultaram na morte de policiais é de responsabilidade da Irmandade Muçulmana, considerada pelo governo como um grupo terrorista Aly Hazzaa/El Shorouk/AP Mais
14.abr.2014 - Policiais à paisana prendem um jovem egípcio após duas explosões na Universidade do Cairo, no Egito. Uma onda de explosões e tiroteios tem eclodido no país desde que o Exército depôs o presidente islamita Mohamed Mursi, em julho de 2013 Mohamed El- Shaded/AFP Mais
7.abr.2014 - Ativistas egípcios e o fundador do Movimento 6 de Abril, que liderou a revolta contra o ditador deposto Hosni Mubarak, foram condenados a uma pena de três anos de prisão, nesta segunda-feira (7). Eles são acusados de violar uma lei que restringe protestos no país Hassan Mohamed/AFP Mais
6.abr.2014 - Fumaça emana da cidade de Aswan, no Egito, neste domingo (6). No local, houve conflito entre as tribos Bani Hilal e Dabudiya. Pelo menos duas pessoas foram mortas durante o conflito neste domingo (6). Nos últimos dois dias, 23 pessoas morreram Radwan El-Najar/AFP Mais
6.abr.2014 - Membros do movimento jovem 6 de abril protestam contra o governo vigente no Egito após forças policiais terem prendido vários manifestantes. O movimento foi criado em 2008 e participou ativamente da primavera árabe, responsável por tirar do poder Hosni Mubarak, presidente do Egito por 30 anos Mohamed Abd El Gani/Reuters Mais
6.abr.2014 - Homem ferido é colocado em uma maca de hospital após confronto entre famílias rivais em Aswan, no Egito, ocorrido no sábado (5). Pelo menos 23 pessoas morreram por conta do conflito entre um grupo da etnia Núbia e a outro do clã árabe Beni Helal, segundo autoridades locais Al Youm Al Saabi/Reuters Mais
4.abr.2014 - Fotógrafa alemã da agência de notícias AP Anja Niedringhaus, 48 , morreu nesta sexta-feira (4) em um ataque dentro de uma delegacia na região leste do Afeganistão, Peter Dejong/AP Mais
3.abr.2014 - Um policial egípcio mascarado verifica a identidade de passageiros em um ônibus perto da Universidade do Cairo, um dia depois da série explosões que deixou um general morto e sete pessoas feridas, em Gizé, no Egito Ahmed Abdel Fattah/AP Mais
2.abr.2014 - Homem ajuda ferido após um ataque com duas bombas caseiras em um posto policial localizado ao lado da Universidade do Cairo, Egito. Um policial morreu Hazem Abdul-Samad-Alyoum/EFE Mais
1ºabr.2014 - Um manifestante recebe ajuda de seus companheiros na Universidade de Ain Shams, no Cairo, no Egito, nesta terça-feira (1º). Estudantes e forças de segurança se enfrentaram no campus da universidade hoje Mustapha Elsayed/Xinhua Mais
31.mar.2014 - Homem tenta apagar incêndio de veículo em chamas após confronto com partidários do presidente deposto Mohammed Mursi, no estacionamento do campus da Universidade al-Azhar, no Cairo, Egito Ahmed Ramadan/AP Mais
27.mar.2014 - Policiais afastam estudantes de área próxima ao Ministério da Defesa do Egito, no Cairo, durante manifestação de apoio à Irmandade Muçulmana e ao presidente deposto do país, Mohamed Mursi Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
27. mar.2014 - Estudante partidário da Irmandade Muçulmana e do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi confronta a polícia durante protesto em frente à universidade Ain Shams, próxima à sede do Ministério da Defesa do Egito, no Cairo. A Irmandade Muçulmana acusa o Exército do país de ter dado um golpe contra Mursi Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
27.mar.2014 - Forças de segurança egípcias entram em confronto com estudantes da Universidade Ain Shams, no Cairo, Egito. Os universitários que apoiam a Irmandade Muçulmana protestavam contra o ministro da Defesa, Abdel-Fattah el-Sissi, após o anuncio de que ele concorrerá à presidência Lobna Tarek/AP Mais
26.mar.2014 - Estudantes egípcios da Irmandade Muçulmana e apoiadores do presidente depoisto Mohammed Mursi correm em meio a fumaça durante confrontos com a polícia após manifestação do lado de fora da Universidade de Cairo Mohamed El-Shahed/AFP Mais
25.mar.2014 - Policiais egípcios se posicionam em frente ao tribunal na cidade de Minya, durante uma sessão do julgamento de cerca de 700 islâmicos acusados de serem rebeldes. O tribunal condenou à morte 529 supostos partidários do presidente deposto Mohamed Mursi, na segunda-feira (24) AFP Mais
19.mar.2014 - Policiais atiram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes, próximo a Universidade do Cairo, nesta quarta-feira (19). Múltiplos confrontos ocorreram nesta quarta entre apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi e policiais por todo o país, um deles resultou na morte de um adolescente, na província de Beni Sweif Amru Salahuddien/Xinhua Mais
19.mar.2014 - Policiais atiram bombas de gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes, próximo a Universidade do Cairo, nesta quarta-feira (19). Múltiplos confrontos ocorreram nesta quarta entre apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi e policiais por todo o país, um deles resultou na morte de um adolescente, na província de Beni Sweif Amru Salahuddien/Xinhua Mais
19.mar.2014 - Estudantes da Universidade do Cairo, apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, fazem protesto dentro do campus no Cairo, nesta quarta-feira (19) Mohamed El-Shahed/AFP Mais
19.mar.2014 - Estudantes da Universidade do Cairo, apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, fazem protesto dentro do campus no Cairo, nesta quarta-feira (19). Múltiplos confrontos ocorreram nesta quarta entre apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi e policiais por todo o país, um deles resultou na morte de um adolescente, na província de Beni Sweif Amru Salahuddien/Xinhua Mais
19.mar.2014 - Estudantes da Universidade do Cairo, apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, fazem protesto dentro do campus no Cairo, nesta quarta-feira (19). Múltiplos confrontos ocorreram nesta quarta entre apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi e policiais por todo o país, um deles resultou na morte de um adolescente, na província de Beni Sweif Amru Salahuddien/Xinhua Mais
19.mar.2014 - Estudantes da Universidade do Cairo, apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, fazem protesto dentro do campus no Cairo, nesta quarta-feira (19). Múltiplos confrontos ocorreram nesta quarta entre apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi e policiais por todo o país, um deles resultou na morte de um adolescente, na província de Beni Sweif Amru Salahuddien/Xinhua Mais
19.mar.2014 - Estudantes jogam pedras enquanto forças de segurança lançam bombas de gás na Universidade Al-Azhar, no Cairo, nesta quarta-feira (19). Várias centenas de estudantes protestaram na Universidade Al-Azhar, no Cairo, e na filial dela no sul da cidade de Assiut. Em ambos os lugares, a polícia usou gás lacrimogêneo para impedir que os estudantes fossem dos campis para as ruas Mohammed Abu Zaid/AP Mais
19.mar.2014 - Equipes médicas carregam corpos para fora do local de um tiroteio onde muitos militantes e alguns oficiais militares morreram no vilarejo de Arab Sharkas, no norte de Cairo, no Egito, nesta quarta-feira (19). Forças de segurança egípcias invadiram um armazém suspeito de ser fábrica de bombas, desencadeando um tiroteio que resultou em vários mortos de acordo com o Ministério do Interior AP Mais
1º.mar.2014 - Imagem liberada pela Mena (Agência de Notícias do Oriente Médio) mostra o presidente interino do Egito, Adli Mansour, com integrantes do gabinete recém-nomeado no Palácio Presidencial, no Cairo. O governo provisório chefiado pelo novo primeiro-ministro, Ibrahim Mahlab, tomou posse neste sábado (1) Mena/Xinhua Mais
28.fev.2014 - Uma kombi pega fogo após ser incendiada por apoiadores do ex-presidente egípcio deposto Mohammed Mursi, durante confrontos com forças de segurança no Cairo, nesta sexta-feira (28). Centenas de partidários foram às ruas na sexta, dia tradicional de orações para os muçulmanos, para protestar contra o governo e pedir a libertação dos companheiros presos em protestos anteriores Emad Abul Rahman/AP Mais
22.fev.2014 - Turista caminha em frente ao templo de Abu Simbel durante show de luzes às vésperas do aniversário da coroação do faraó Ramsés II em Aswan, cerca de 1260 quilômetros ao sul do Cairo (Egito), na sexta-feira (21). Um grupo militante islâmico alertou os turistas a deixarem o país e ameaçou atacar qualquer um que ficar depois de 20 de fevereiro. O Ansar al-Bayt Maqdis assumiu a responsabilidade por um atentado suicida que matou dois sul-coreanos e um egípcio no domingo (16) Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
21.fev.2014 - Apoiadores do presidente egípcio deposto Mohammed Mursi queimam carro do canal de televisão independente Al Tahrir, durante confronto com a polícia em rua do Cairo, no Egito, nesta sexta-feira (21) Reuters Mais
16.fev.2014 - Manifestantes antimilitares protestam nas ruas da capital Cairo em favor do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi e fazem o gesto do "Rabaa", com os quatro dedos da mão levantados, que nas manisfestações egípcias ganharam significado semelhante ao V da vitória. O julgamento de Mursi, acusado de espionagem, foi suspenso na manhã deste domingo (16) depois que os advogados do presidente deposto abandonaram a sessão Amru Salahuddien/Xinhua Mais
16.fev.2014 - Apoiador das Forças Armadas do Egito mostra cartaz com a foto do presidente deposto Mohamed Mursi e membros da Irmandade Muçulmana atrás das grades, neste domingo (16), na capital Cairo. O julgamento de Mursi, acusado de espionagem, foi suspenso nesta manhã depois que os advogados do presidente deposto abandonaram a sessão Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
6.fev.2014 - Placas de aço são colocadas em rua que dá acesso à praça Tahrir, no Cairo. Autoridades egípcias decidiram colocar as placas para controlar a passagem de manifestantes no local Moahmed Maarouf/Almasry Alyoum/Efe Mais
4.fev.2014 - Vendedora carrega bandeja com doces em frente à Academia de Polícia do Cairo, no Egito, onde acontece nesta terça-feira (4) uma nova audiência sobre a acusação de assassinato enfrentada pelo presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi. Junto com 14 pessoas, Mursi é acusado de incitar o assassinato de ativistas que protestavam do lado de fora do palácio presidencial egípcio em dezembro de 2012 Mahmud Khaled/AFP Mais
28.jan.2014 - Forças de segurança montam guarda em frente à Academia de Polícia do Cairo. Nesta terça-feira, o presidente deposto Mohamed Mursi começou a ser julgado por fuga da prisão durante a revolução de 2011 e se declarou inocente Mohammed Bendari/APA Images/ZUMAPRESS/Xinhua Mais
28.jan.2014 - Governo militar egípcio coloca o presidente deposto Mohammed Mursi numa cela de vidro construída sob medida para que ele comparecesse diante de um tribunal no Cairo nesta terça-feira. Ele responde por fuga da prisão durante a revolução de 2011. Esta foi apenas sua segunda aparição pública desde que foi deposto, em julho passado Almasry Alyoum/EFE Mais
28.jan.2014 - Partidário usa máscara do chefe do exército do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, candidato à presidência nas próximas eleições, no Cairo, onde começou nesta terça uma nova audiência do julgamento do presidente deposto Mohamed Morsi. Ele responde por fuga da prisão durante a revolução de 2011 Khaled Mahmud/AFP Mais
26.jan.2014 - Especialistas em restauração analisa os estragos no Museu de Arte Islâmica, uma das joias culturais da capital egípcia, após a explosão de uma bomba, na sexta-feira (24). O número de mortos nos confrontos durante protestos no Egito, no sábado (25), subiu para 49, segundo o site estatal de notícias Al-Ahram, citando um representante do Ministério da Saúde do país neste domingo Aly Hazzaa, El Shorouk/AP Photo Mais
26.jan.2014 - Trabalhadores egípcios inspecionam a Biblioteca Nacional do Egito, após a explosão de uma bomba, na sexta-feira (24). O número de mortos nos confrontos durante protestos no Egito, no sábado (25), subiu para 49, segundo o site estatal de notícias Al-Ahram, citando um representante do Ministério da Saúde do país neste domingo Khaled Elfiqi/EFE/EPA Mais
26.jan.2014 - Arqueólogo egípcio mostra o jarro de Marwan ibn Muhammad durante coletiva do ministro egípcio de Antiguidades, Mohamed Ibrahim (L), em frente ao Museu de Arte Islâmica, destruído por uma explosão de bomba na sexta-feira (24). Ibrahim negou relatos de que o jarro, uma das mais importantes peças exibidas no museu, foi roubados ou danificados no bombardeio. O jarro de bronze foi encontrado no túmulo de Marwan ibn Muhammad, que governou de Damasco até 750 Khaled Elfiqi/EFE/EPA Mais
26.jan.2014 - O número de mortos nos confrontos durante protestos no Egito, no sábado (25), subiu para 49, segundo o site estatal de notícias Al-Ahram, citando um representante do Ministério da Saúde do país neste domingo Aly Hazzaa, El Shorouk/AP Photo Mais
26.jan.2014 - Especialistas em restauração analisam os estragos no Museu de Arte Islâmica, uma das joias culturais da capital egípcia, após a explosão de uma bomba, na sexta-feira (24). O número de mortos nos confrontos durante protestos no Egito, no sábado (25), subiu para 49, segundo o site estatal de notícias Al-Ahram, citando um representante do Ministério da Saúde do país neste domingo Ahmed Gamil/AP Photo Mais
Manifestante ateia fogo a uma barricada durante confrontos com as forças de segurança no centro do Cairo, Egito. População comemora neste sábado o terceiro aniversário da revolução que em 2011 derrubou o então presidente, Hosni Mubarak. Evento é marcado por protestos e confrontos entre o exército e partidos rivais Ahmed Gamil/AP Photo Mais
Um oficial de segurança à paisana detém um defensor do deposto presidente islamita Mohammed Morsi no bairro de Nasr City Cairo, Egito. Partidários de Morsi estavam usando aniversário de 2011 (revolução que derrubou o presidente Hosni Mubarak) para protestar Ali Omar/AP Photo Mais
25.jan.2014 - Apoiadores do presidente interino do Egito, general Abdel Fatah al-Sisi, cantam e exibem cartazes em uma reunião na praça Tahrir, no Cairo. Pelo menos seis pessoas morreram durante os confrontos entre manifestantes favoráveis ao presidente deposto Mohamed Mursi e as forças de segurança egípcias neste sábado (25), data em que os egípcios comemoram os três anos do início da revolução que derrubou o ditador Hosni Mubarak Khaled Kamel/AFP Mais
24.jan.2014 - Um veículo é incendiado durante confrontos entre apoiadores do ex-presidente deposto do Egito Mohammed Mursi e a polícia, no leste do Cairo, nesta sexta-feira (24). Uma onda de ataques à bomba na capital egípcia matou ao menos seis pessoas hoje e deixou muitos feridos, o que tem aumentado os temores de que uma insurgência islâmica está ganhando força na véspera do terceiro aniversário da revolta que derrubou o autocrata Hosni Mubarak Al Youm Al Saabi Newspaper/Reuters Mais
23.jan.2014 - Policiais se aglomeram ao redor de caixões durante o funeral dos cinco policiais mortos quando homens mascarados motorizados abriram fogo em um ponto de inspeção na província de Beni Suef, a 100 km ao sul do Cairo, no Egito, nesta quinta-feira (23) Al Youm Al Saabi Newspaper/Reuters Mais
23.jan.2014 - Uma mulher chora durante o funeral de cinco policiais mortos quando homens mascarados motorizados abriram fogo em um ponto de inspeção na província de Beni Suef, a 100 km ao sul do Cairo, no Egito, nesta quinta-feira (23) Al Youm Al Saabi Newspaper/Reuters Mais
23.jan.2014 - Uma mulher grita palavras de ordem durante o funeral de cinco policiais mortos quando homens mascarados motorizados abriram fogo em um ponto de inspeção na província de Beni Suef, a 100 km ao sul do Cairo, no Egito, nesta quinta-feira (23) Al Youm Al Saabi Newspaper/Reuters Mais
23.jan.2014 - Manifestantes egípcios e apoiadores da Irmandade Muçulmana se espalham enquanto bombas de gás explodem próximas a eles, durante confrontos com a polícia no norte da cidade de Alexandria, no Egito, nesta quinta-feira (23). Conflitos entre estudantes egípcios rivais de uma universidade em Alexandria mataram ao menos uma pessoas, que apoiava o ex-presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi AFP Mais
23.jan.2014 - Manifestantes egípcios e apoiadores da Irmandade Muçulmana se espalham enquanto bombas de gás explodem próximas a eles, durante confrontos com a polícia no norte da cidade de Alexandria, no Egito, nesta quinta-feira (23). Conflitos entre estudantes egípcios rivais de uma universidade em Alexandria mataram ao menos uma pessoas, que apoiava o ex-presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi AFP Mais
23.jan.2014 - Policiais detêm manifestante durante cofrontos no norte da cidade de Alexandria, no Egito, nesta quinta-feira (23). Conflitos entre estudantes egípcios rivais de uma universidade em Alexandria mataram ao menos uma pessoas, que apoiava o ex-presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi AFP Mais
22.jan.2014 - Manifestantes seguram sinalizador durante protesto contra o Exército e a Irmandade Muçulmana, na praça Talaat Harb, nesta quarta-feira (22). Centenas de jovens manifestantes foram à praça próxima a praça Tahrir gritando palavras de ordem contra os islamitas e o Exército, chamando a população para uma nova revolução. Forças de segurança estavam em alerta e fecharam a praça Tahrir com veículos blidados e arame farpado, uma prática que se tornou rotineira ao longo dos últimos mese, que tem como objetivo prevenir a permanência prolongada de pessoas no local Sabry Khaled/El Shorouk Newspape/AP Mais
19.jan.2014 - Egípcios celebram aprovação da nova Constituição, na praça Tahri, neste sábado (18) no Cairo. O referendo convocado pelo governo do Egito conseguiu 98,1% de votos a favor do "sim". Durante a votação, realizada nos dias 14 e 15 de janeiro, houve registros de violência. Pelo menos nove pessoas morreram e 444 foram detidas Mahmoud Khaled/AFP Mais
15.jan.2014 - Meninos egípcios fazem o sinal de ?rabaa? na vila de Minya. O gesto é usado pelos que apoiam o presidente afastado Mohammed Morsi. Facções islâmicas estão usando violência para evitar que cristãos votem ?não? para a medida que abriria caminho para a criação de um Estado islâmico no país Roger Anis/AP Mais
15.jan.2014 - Ambulante vende bandeiras e máscaras do general Abdel Fattah al-Sisi no segundo dia de votação de uma nova Constituição no Egito Khaled Desouki/AFP Mais
15.jan.2014 - Soldado egípcio garante a segurança durante a contagem de votos em posto de votação no Cairo, após encerramento do referendo da nova Constituição do Egito Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
15.jan.2014 - Adel Hanna, ativista cristão, posa para foto em Minya, no Egito. Militantes islâmicos tentaram intimidar cristãos para que não votassem contra a criação de um Estado islâmico no país Roger Anis, El Shorouk/AP Mais
15.jan.2014 - Egípcio faz sinal da vitória diante da estátia do ex-chefe das Forças Armadas Staff Abdel Moneim Riad próximo à praça Tahrir, durante o segundo dia de votação no referendo para a nova Cosntituição do país Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
15.jan.2014 - Mulher egípcia mostra o dedo marcado por tinta vermelha após votar no segundo dia de referendo para a nova Constituição, na cidade de Alexandria AFP Mais
15.jan.2014 - Egípcio registra seu voto em uma seção eleitoral durante o segundo dia de votação para a nova Constituição, nesta quarta-feira (15), no distrito de Nasr City, no Cairo. No referendo convertido em plebiscito pelo general Abdel Fatah al-Sissi, chefe do Exército, os eleitores podem aprovar a nova Constituição - apesar do boicote dos islamitas partidários do ex-presidente Mohamed Mursi -, que substituirá a redigida durante a presidência de Mursi, que obteve 64% de votos favoráveis Virginie Nguyen Hoang/AFP Mais
15.jan.2014 - Mulher egípcia mostra o dedo manchado de tinta enquanto segura um cartão com retratos dos presidentes do Egito Gamal Abdel Nasser (esquerda) e Anwar Sadat (direita) ao lado de ministro da Defesa, chefe do Exército do país, Abdel Fattah al-Sisi (centro), o texto em árabe diz: "Protetor da vontade do povo" AFP Mais
15.jan.2014 - Mulher egípcia faz gesto que indica apoio ao ministro da Defesa, chefe do Exército do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, depois de votar sobre a nova Constituição do país AFP Mais
15.jan.2014 - Mulher vota em um referendo sobre a nova Constituição do Egito, no Cairo. A nova Constituição irá substituir aquela rascunhada em 2012 pela Irmandade Muçulmana, durante a Presidência do islamita Mohammed Mursi. Com sua deposição, em julho de 2013, o texto foi suspenso pelo governo interino, apoiado pelo Exército Mohamed Abd El Ghany /Reuters Mais
15.jan.2014 - Homem egípcio beija um membro da força de segurança do Egito, enquanto mostra o dedo manchado de tinta, ao lado de outros eleitores. Os colégios eleitorais voltaram a abrir nesta quarta-feira para o segundo e último dia de votação sobre a nova Constituição do país AFP Mais
15.jan.2014 - Egípcios fazem fila em um posto durante o segundo dia de votação sobre uma nova Constituição para o país Khaled Desouki/AFP Mais
14.jan.2014 - Mulher egípcia deposita seu voto no referendo da nova Constituição do país. A votação vai durar dois dias e observadores acreditam que irá levar a uma vitória folgada do governo egípcio liderado pelos militares que depuseram o ex-presidente Mohammed Mursi, em julho de 2012. Os militares fizeram uma forte campanha para incentivar os egípcios a participarem da votação Mahmoud Khaled/AFP Mais
14.jan.2014 - Um forte esquema de segurança foi montado durante o referendo da nova Constituição egípcia. A campanha pelo ?não? à nova Carta Magna egípcia foi considerada tímida e observadores acreditam que o governo liderado pelos militares, no poder desde a deposição de Mohammed Mursi, em julho de 2012, conseguirá aprovar a nova Constituição com relativa folga Mahmoud Khaled/AFP Mais
14.jan.2014 - Homem deposita seu voto durante o referendo da nova Constituição do Egito. Acredita-se que 52 milhões de egípcios irão participar da votação que foi amplamente incentivada pelos militares que controlam o país desde julho de 2012, quando o ex-presidente Mohammed Mursi, da Irmandade Muçulmana, foi deposto Mahmoud Khaled/AFP Mais
14.jan.2014 - Papa da Igreja Copta do Egito, Tawadros 2º, exibe o dedo manchado, parte do procedimento de votação no Egito, após depositar seu voto no referendo pela nova Constituição egípcia. O clima no país é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2012 Eman Helal/AP Mais
14.jan.2014 - Um forte esquema de segurança foi montado em todo o Egito durante o referendo da nova Constituição do país. O clima no Egito é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana,em julho de 2012 Khaled Kamel/AFP Mais
14.jan.2014 - Mulher egípcia carrega caixas de cédulas de votação para o referendo da nova Constituição do Egito, que acontece entre esta terça-feira (14) e quarta-feira (15). Espera-se que 52 milhões de egípcios participem do referendo, amplamente apoiado pelo regime militar que se instalou no país após a deposição do ex-presidente Mohammed Mursi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2012 Amr Nabil/AP Mais
14.jan.2014 - Um forte esquema de segurança foi montado em todo o Egito durante o referendo da nova Constituição do país. O clima no Egito é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2012. Apesar de toda a segurança, uma explosão atingiu um tribunal no bairro de Imbaba, no Cairo, capital do Egito. Ninguém ficou ferido Mohamed El-Shahed/AFP Mais
14.jan.2014 - Horas antes do início da votação, uma explosão atingiu um tribunal apesar de um forte esquema de segurança montado para proteger prédios públicos e estações de votação. Ninguém ficou ferido. O clima no país é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2012 Khalil Hamra/AP Mais
14.jan.2014 - Mulher celebra seu voto em frente a uma estação de votação para o referendo da nova Constituição do Egito. O referendo começou nesta terça-feira (14) e termina nesta quarta-feira (15). Espera-se que 52 milhões de egípcios participem da votação, amplamente apoiada pelo regime militar que se instalou no país após a deposição do ex-presidente Mohammed Mursi, em julho de 2012 Amr Nabil/AP Mais
14.jan.2014 - Homem observa os destroços causados por um atentado a bomba no bairro de Imbaba, no Cairo. Horas antes do início do referendo da nova Constituição egípcia, uma explosão atingiu um tribunal, apesar de um forte esquema de segurança montado para proteger prédios públicos e estações de votação. Ninguém ficou ferido. O clima no país é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohammed Mursi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2012 Khalil Hamra/AP Mais
14.jan.2014 - Explosão em frente a um tribunal no Cairo chamou a atenção de milhares de pessoas no primeiro dia de votação do referendo da nova Constituição do país. O clima no Egito é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohammed Mursi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2012 Khaled Desouki/AFP Mais
14.jan.2014 - Apesar de um forte de esquema de segurança, uma explosão atingiu um tribunal no bairro de Imbaba, no Cairo, capital do Egito, no primeiro dia do referendo da nova Constituição do país. Ninguém ficou ferido O clima no Egito é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana, deposto em julho de 2012 após um golpe de Estado Mahmoud Khaled/AFP Mais
14.jan.2014 - Egípcio grita com soldado em frente a uma estação de votação para o referendo da nova Constituição do país, no Cairo. O clima no Egito é tenso desde a deposição do ex-presidente Mohamed Mursi, da Irmandade Muçulmana, em julho de 2012. Espera-se que pelo menos 52 milhões de eleitores participem do referendo amplamente apoiado pelos militares Khaled Desouki/AFP Mais
14.jan.2014 - Egípcios fazem fila para votar em referendo sobre a nova Constituição do país, proposta pelos militares que tomaram o poder após a deposição de Mohammed Mursi, da Irmandade Muçulmana. Espera-se que 52 milhões de egípcios participem do referendo Mahmoud Khaled/AFP Mais
8.jan.2014 - Estudantes da universidade de Al-Azhar, que são partidários da Irmandade Muçulmana e presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, entram em confronto com a polícia no campus da instituição, no distrito Nasr City, no Cairo, Egito. O julgamento de Mursi sob a acusação de incitar o assassinato de manifestantes foi adiado para o dia 1º de fevereiro. Autoridades informaram que as condições meteorológicas impediram a transferência dele ao tribunal Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
3.jan.2014 - Homens correm para for a de um ônibus público depois de ele ser tomado durante confrontos entre apoiadores do ex-presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, e policiais no nordeste do Cairo, na cidade de Nasr, nesta sexta-feira (3). Treze pessoas morreram durante os conflitos desta sexta, segundo informações de agências internacionais de notícias Virginie Nguyen Hoang/AFP Mais
3.jan.2014 - Manifestantes islâmicos jogam pedras e outros objetos contra a polícia durante confrontos no Cairo, Egito. Pelo menos duas pessoas morreram e outras 13 ficaram feridas nesta sexta-feira (3) em confrontos entre manifestantes islamitas e a polícia em várias cidades do Egito, segundo fontes do Ministério da Saúde Khaled Elfiqi/EFE Mais
30.dez.2013 - Policial egípcio detém uma estudante da Universidade de al-Azhar, durante um protesto em apoio a a Irmandade Muçulmana, no Cairo, Egito. Uma nova lei de protestos, aprovada neste mês, exige que se peça licença ao Ministério do Interior para protestar Mahmoud Khaled/AFP Mais
28.dez.2013 - Incêndio atinge prédio da Universidade Al-Azhar, no Cairo, após simpatizantes da Irmandade Muçulmana atearem fogo ao local em protesto contra a qualificação do grupo político como terrorista. Pelo menos quatro pessoas morreram e outras 265 foram presas na sexta (27), primeiro dia de protestos contra a medida do governo egípcio Khaled Kamel/AFP Mais
26.dez.2013 - Policiais inspecionam ônibus que foi alvo de atentado no Cairo nesta quinta-feira (26). Uma bomba feriu cinco pessoas, e outro artefato foi desativado pelas forças de segurança Gianluigi Guercia/AFP Mais
24.dez.2013 - Carro-bomba explode e mata ao menos 13 pessoas --12 delas policiais-- e deixa mais de cem feridasna cidade de Mansura, no norte do Egito Mahmoud Khaled/AFP Mais
20.dez.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, se fazem protesto próximo a pneus incendiados, durante confronto com policiais, no Cairo, nesta sexta-feira (20) Reuters Mais
20.dez.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, incendiaram pneus e entraram em confronto com policiais, no Cairo, nesta sexta-feira (20), durante protesto Reuters Mais
20.dez.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana corre do lado de pneus em chamas durante confrontos com policiais, no Cairo, nesta sexta-feira (20). Defensores do presidente deposto, Mohammed Mursi, realizam protestos quase diários e organizam manifestações maiores para as sextas-feiras, apesar da repressão que já matou mais de 1.000 pessoas em confrontos e prendeu milhares, mais desde a derrubada de Mursi pelos militares Khaled Kamel/AFP Mais
20.dez.2013 - Apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, lançam bombas de gás de volta para policiais durante confrontos na cidade de Nasr, distrito do Cairo, nesta sexta-feira (20). Defensores de Mursi realizam protestos quase diários e organizam manifestações maiores para as sextas-feiras, apesar da repressão que já matou mais de 1.000 pessoas em confrontos e prendeu milhares, mais desde a derrubada de Mursi pelos militares Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
20.dez.2013 - Apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, erguem cartazes durante protesto no Cairo, nesta sexta-feira (20) Amr Nabil/AP Mais
10.dez.2013 - Britânica de origem egípcia acende uma vela durante vigília na praça Trafalgar, no centro de Londres, no Reino Unido, nesta terça-feira (10), para marcar o Dia Internacional dos Direitos Humanos. O BR4D (Egípcios Britânicos pela Democracia) organizaram o evento para lembrar mortos e detidos durante o regime militar no Egito Lefteris Pitarakis/AP Mais
10.dez.2013 - Estudantes universitários que apoiam a Irmandade Muçulmana e o presidente deposto Mohamed Mursi voltaram a entrar em conflito com a polícia nesta terça-feira (10) no Cairo, capital do Egito. A Justiça do país está julgando Mohamed Badie. líder da Irmandade Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
2.dez.2013 - Polícia limpa área onde membros da Irmandade Muçulmana e simpatizantes do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, estavam acampados na praça Rabaa Adawiya, Cairo, Egito Reuters Mais
1.dez.2013 - Partidários da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fogem de gás lacrimogêneo disparados pela polícia na praça Tahrir, no Cairo, Egito. Forças de segurança egípcias usaram gás para dispersar manifestantes que protestavam contra o governo apoiado pelo Exército Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
1.dez.2013 - Veículo da polícia é visto cercado por gás lacrimogêneo disparado pelas forças de segurança egípcias na praça Tahrir, no Cairo, Egito Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
1.dez.2013 - Apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi entram em confronto com forças de segurança na Praça Tahrir, Cairo, Egito. A polícia usou gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes Mohammed Abu Zaid/AP Mais
01.dez.2013 - Um estudante egípcio da Universidade do Cairo depreda um carro da polícia durante manifestação em apoio a um estudante de engenharia morto na última semana em confrontos com as forças de segurança egípcias Mohamed El-Shahed/AFP Mais
30.nov.2013 - Ativistas e simpatizantes de Ahmed Maher, fundador do Movimento 6 de abril, entram em confronto com forças de segurança fora do tribunal Abdeen, no Cairo, Egito. Maher, um símbolo da revolta popular que derrubou o regime do presidente Hosni Moubarak em 2011 está preso acusado de "incitar manifestações" ignorando a recente lei de proibição a protestos no país Reuters Mais
30.nov.2013 - Ativistas e simpatizantes de Ahmed Maher, fundador do Movimento 6 de abril, entram em confronto com forças de segurança fora do tribunal Abdeen, no Cairo, Egito. Maher, um símbolo da revolta popular que derrubou o regime do presidente Hosni Moubarak em 2011 está preso acusado de "incitar manifestações" ignorando a recente lei de proibição a protestos no país Reuters Mais
30.nov.2013 - Manifestantes segurar seus cartões de identificação, provocando as autoridades para prendê-las, durante um protesto no Cairo, Egito Ahmed Omar/AP Mais
30.nov.2013 - Policiais egípcios atiram pedras durante confronto com manifestantes no Cairo. Eles protestam contra a nova lei que exige autorização oficial para a realização de manifestações AFP Mais
29.nov.2013 - Funeral do estudante de engenharia Mohamed Reda na mesquita Al Sayyida Nafisa, no Cairo, nesta sexta-feira (29). Ele foi morto nesta quinta (28) durante confronto entre partidários do presidente deposto Mohamed Mursi e forças de segurança do Egito na Universidade do Cairo. Simpatizantes de Morsi voltaram a realizar protestos nesta sexta Ozan Kose/AFP Mais
29.nov.2013 - Em Istambul, na Turquia, mulheres participaram nesta sexta-feira (29) de uma manifestação a favor de Mohamed Mursi, presidente deposto do Egito. Realizada em frente à mesquita Fatih, a manifestação também representou um apoio aos líderes da Irmandade Muçulmana presos no Egito Ozan Kose/AFP Mais
29.nov.2013 - Simpatizante da Irmandade Muçulmana e do presidente deposto Mohamed Mursi tenta se proteger durante conflito com a polícia e o Exército do Egito nesta sexta-feira (29) na região sul do Cairo. Os partidários de Mursi desafiaram a lei que proíbe manifestações não autorizadas e realizaram atos em várias partes do país. A polícia dispersou os protestos com violência Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
29.nov.2013 - Um apoiador da irmandade muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi foge perto de pneus em chamas e de bombas de gás lacrimogêneo disparados pela polícia e Exército, durante os confrontos em El-Talbyia perto da praça Giza, ao sul do Cairo Amr Abdallah Dalsh Mais
27.nov.2013 - Mulheres egípcias partidários do presidente deposto Mohammed Mursi são vistas em cela em um tribunal de Alexandria, Egito. Um tribunal egípcio proferiu sentenças de 11 anos de prisão para 21 apoiantes femininas do ex-presidente islâmico. Elas foram condenadas por a realizar um protesto Amira Murtada/AP Mais
26.nov.2013 - Manifestantes egípcios usam sinalizadores na praça Talaat Harb, no centro do Cairo, nesta terça-feira (26), durante confronto com a polícia, após forças de segurança dispersarem pessoas que participavam de um protesto organizado pelo grupo de direitos humanos "Não aos julgamentos militares para civis", no primeiro protesto não autorizado ocorrido na capital desde a aprovação de uma lei que regula as manifestações. Presidente interino do Egito, Adly Mansour, aprovou mova legislação que permite às forças de segurança intensificarem gradualmente vigor no ato de dispersar manifestantes Mohamed Abdelwahab/AFP Mais
26.nov.2013 - Polícia egípcia usa canhão de água para dispersar manifestantes contrários ao governo secular do Egito no Cairo, nesta terça-feira (26). Esta foi a primeira ação após a implementação de lei que proíbe protestos sem autorização das forças de segurança do país Mohammed Asad/AP Mais
26.nov.2013 - Manifestantes protestam contra uma nova lei do Egito que restringe manifestações, no centro do Cairo. A lei prevê penas de um a cinco anos em regime fechado para crimes que vão do porte de capuzes ao de armas durante manifestações ou reuniões Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
26.nov.2013 - Polícia dispara canhões de água para dispersar as pessoas que protestavam contra uma nova lei que restringe manifestações, no centro do Cairo, Egito Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
20.nov.2013 - Manifestantes protestaram no Egito na noite de terça-feira (19). Dezenas de pessoas ficaram feridas depois que a polícia de choque dispersou as manifestações na praça Tahrir, no Cairo Amru Salahuddien/Xinhua Mais
19.nov.2013 - Um homem mascarado aponta sua arma, na companhia de outros colegas que protestam contra os militares, durante o aniversário dos protestos iniciados em 2011, nesta terça-feira (19), nas proximidades da praça Tahir, no Cairo. Confrontos de curta duração eclodiram no local nesta terça, quando centenas de opositores e apoiadores do Exército realizaram manifestações para marcar a data Mahmoud Khaled/AFP Mais
4.nov.2013 - Apoiadores do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, protestam em frente à embaixada do Egito em Amã, na Jordânia, em 4 de novembro, primeiro dia do julgamento de Mursi, que foi acusado de incitação à violência. O julgamento foi adiado para o dia 8 de janeiro de 2014 Jamal Nasrallah/Efe Mais
4.nov.2013 - Apoiadores do presidente islâmico deposto Mohammed Mursi marcham em protesto pelas ruas de Cairo nesta segunda-feira (4). O julgamento de Mursi, iniciado hoje, foi suspenso após a abertura porque o réu se negou a vestir o uniforme de acusado como lhe pedia o juiz Mohammed Abu Zaid/AP Mais
4.nov.2013 - O presidente islâmico deposto Mohamed Mursi comparece a Corte Penal do Cairo, no Egito, para ser julgado nesta segunda-feira (4). A audiência foi suspensa após a abertura porque o réu se negou a vestir o uniforme de acusado como lhe pedia o juiz. Mursi também se declarou o presidente legítimo. Detido há quatro meses após a tomada do poder pelos militares, é acusado junto com outros 14 dirigentes da Irmandade Muçulmana (organização islâmica da qual faz parte o ex-presidente) por suposto envolvimento na morte de manifestantes Ministério do Interior do Egito/Efe Mais
4.nov.2013 - Um vídeo sem data divulgado na internet pelo jornal egípcio el-Watan neste domingo (3) mostra o presidente islâmico deposto Mohammed Mursi em prisão em local não revelado. O jornal, que é próximo ao governo militar que tomou o controle do país há quatro meses, publicou o que parece ser a primeira imagem de Mursi de sua detenção. Um oficial militar afirmou que o vídeo foi vazado para o jornal para dar aos apoiadores de Mursi uma primeira imagem do presidente e diminuir o imapcto de sua primeira aparição pública em seu julgamento, que começa nesta segunda-feira (4) el-Watan Newspaper via AP video/AP Mais
4.nov.2013 - Bandeira em apoio a Mohamed Mursi, que foi deposto da presidência do Egito, é hasteada do lado de fora de uma academia de polícia no Cairo, onde Mursi está sendo julgado Khaled Elfiqi/Efe Mais
3.nov.2013 - Apoiadores do presidente islâmico deposto Mohammed Mursi protestam em bairro do Cairo, capital do Egito, neste domingo (3). Mursi, primeiro líder democraticamente eleito na história do país, começa a ser julgado nesta segunda (4) Eman Helal/AP Mais
3.nov.2013 - Apoiador do presidente islâmico deposto Mohammed Mursi segura um cartaz antigo da campanha presidencial que diz: "Mohammed Mursi, para presidente do Egito, 2012, ressurreição é a vontade do povo", durante protesto em bairro do Cairo, capital do Egito, neste domingo (3). Mursi, primeiro líder democraticamente eleito na história do país, começa a ser julgado nesta segunda (4) Eman Helal/AP Mais
3.nov.2013 - Soldados egípcios montam guarda perto de um protesto a favor do presidente islâmico deposto Mohammed Mursi, em bairro do Cairo, capital do Egito, neste domingo (3). Mursi, primeiro líder democraticamente eleito na história do país, começa a ser julgado nesta segunda (4) Eman Helal/AP Mais
3.nov.2013 - Apoiadores do presidente islâmico deposto Mohammed Mursi protestam em bairro do Cairo, capital do Egito, neste domingo (3). Mursi, primeiro líder democraticamente eleito na história do país, começa a ser julgado nesta segunda (4) Eman Helal/AP Mais
3.nov.2013 - O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry (dir.), e o ministro das relações exteriores do Egito, Nabil Fahmy, concedem entrevista coletiva no Cairo, capital egípcia, neste domingo (3). Kerry assegurou que seu país continuará trabalhando com as autoridades egípcias. Esta é a primeira visita ddo secretário de Estado ao país após a destituição, há quatro meses, do presidente islamita Mohamed Mursi pelo Exército Gianluigi Guercia/AFP Mais
3.nov.2013 - O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, desembarca de avião no Cairo, capital do Egito, neste domingo (3), no início de viagem de oito dias por vários países árabes. Kerry visita o Egito um dia antes do julgamento do presidente islâmico Mohamed Mursi, primeiro líder democraticamente eleito na história do país. O secretário de Estado americano deve se reunir com autoridades egípcias para tratar da transição política no país e das relações bilaterais entre as duas nações, deterioradas desde a intervenção militar contra Mursi Jason Reed/Reuters Mais
1.nov.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana participam de um protesto contra o governo militar interior no Cairo, Egito. O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, visitará no domingo (3) o Egito pela primeira vez desde que o Exército derrubou em julho o presidente islâmico Mohamed Mursi. A visita acontece na véspera do início do julgamento em que Mursi é acusados de incitação à violência Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
28.out.2013 - Estudantes da Universidade Al-Azhar, que são membros da Irmandade Muçulmana e simpatizantes do deposto presidente egípcio, Mohammed Mursi, protestam em frente ao ministério do Interior, enquanto soldados do Exército tentam impedi-los de marchar em direção à praça Rabaa no Cairo Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
20.out.2013 - Estudantes da universidade de Al-Azhar correm de bombas de gás lacrimogêneo disparadas pelas Forças de Segurança durante uma manifestação próxima ao campus, no Cairo, Egito. Os estudantes protestaram contra a destituição do presidente Mohammed Mursi, e pedindo a demissão do grão-imã Ahmed al-Tayeb, principal autoridade sunita do Egito. As forças de segurança e os estudantes entraram em confronto depois que os jovens tentaram marchar até a mesquita Rabaa Adawiya Mostafa Darwish/EFE Mais
19.out.2013 - Manifestantes protestam em frente ao escritório do procurador-geral no Cairo, Egito, para pedir a libertação de presos durante um confronto com equipe de segurança do time de handebol Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
18.out.2013 - Manifestantes fazem protesto contra os militares no Cairo, Egito. Simpatizantes do presidente deposto, Mohammed Mursi, participaram de manifestações em todo o país Amru Salahuddien/Xinhua Mais
11.out.2013 - Apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, atacam um veículo da polícia durante protesto contra as forças armadas do país, em Nasr City, no leste do Cairo, nesta sexta-feira (11). Uma aliança islâmica instou seus apoiadores a ficarem longe da praça Tahrir, no Cairo, para evitar derramamento de sangue, após uma semana em que cerca de 80 egípcios foram mortos Mohamed Abdelmeniem/AFP Mais
11.out.2013 - Apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, atacam um veículo da polícia durante protesto contra as forças armadas do país, em Nasr City, no leste do Cairo, nesta sexta-feira (11). Uma aliança islâmica instou seus apoiadores a ficarem longe da praça Tahrir, no Cairo, para evitar derramamento de sangue, após uma semana em que cerca de 80 egípcios foram mortos Mohamed Abdelmeniem/AFP Mais
11.out.2013 - Apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, carregam um manifestante ferido durante protesto contra as forças armadas do país, em Nasr City, no leste do Cairo, nesta sexta-feira (11). Uma aliança islâmica instou seus apoiadores a ficarem longe da praça Tahrir, no Cairo, para evitar derramamento de sangue, após uma semana em que cerca de 80 egípcios foram mortos Mohamed Abdelmeniem/AFP Mais
11.out.2013 - Soldados sentam no topo dos seus tanques enquanto passam pelos arredores da praça Tahrir, no Cairo, nesta sexta-feira (11). Milhares de apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, protestaram em Cairo, Alexandria e nas cidades do delta do rio Nilo, segundo fontes seguras Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
11.out.2013 - Um homem segura um cartaz com a foto do general Abdel Fattah al-Sisi, sendo rodeado por soldados do Exército egípcio que montavam guarda no distrito de Nasr City, no leste do Cairo, nesta sexta-feira (11). Milhares de apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, protestaram em Cairo, Alexandria e nas cidades do delta do rio Nilo, segundo fontes seguras Mohamed Abdelmeniem/AFP Mais
11.out.2013 - Soldados do exército egípcio montam guarda nos arredores da praça Tahrir, no Cairo, nesta sexta-feira (11), quanto apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, protestam contra as forças armadas do país, nesta sexta-feira (11). Milhares de apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, protestaram em Cairo, Alexandria e nas cidades do delta do rio Nilo, segundo fontes seguras Mohamed Abdelmeniem/AFP Mais
11.out.2013 - Uma criança participa de protesto contra as forças armadas do Egíto, no distrito de Nasr City, no leste do Cairo, nesta sexta-feira (11). Milhares de apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, protestaram em Cairo, Alexandria e nas cidades do delta do rio Nilo, segundo fontes seguras Mohamed Abdelmeniem/AFP Mais
11.out.2013 - Um apoiador do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, segura um sinalizador e grita palavras de ordem durante protesto contra as forças armadas do país, nesta sexta-feira (11), no Cairo. Uma aliança islâmica instou seus apoiadores a ficarem longe da praça Tahrir, no Cairo, para evitar derramamento de sangue, após uma semana em que cerca de 80 egípcios foram mortos Hassan Ammar/AP Mais
9.out.2013 - Egípcios seguram velas em homenagem às vítimas de confronto com as forças de segurança durante uma manifestação no Cairo em 2011. O governo dos EUA disse nesta quarta-feira (9) que decidiu congelar parte da ajuda militar e econômica ao Egito. Fontes próximas à Administração Obama revelaram à imprensa que o governo prevê suspender uma transferência de US$ 260 milhões à vista e outros US$ 300 milhões em garantias de empréstimo Khalil Hamra/AP Mais
9.out.2013 - Egípcios seguram velas em homenagem às vítimas de confronto com as forças de segurança durante uma manifestação cristã copta no Cairo. O governo dos EUA disse nesta quarta-feira (9) que decidiu congelar parte da ajuda militar e econômica ao Egito. Fontes próximas à Administração Obama revelaram à imprensa que o governo prevê suspender uma transferência de US$ 260 milhões à vista e outros US$ 300 milhões em garantias de empréstimo AFP Mais
9.out.2013 - Egípcios seguram velas em memória de cristãos coptas mortos em 2011 durante uma manifestação que terminou em confronto com policiais, no Cairo, Egito. Na ocasião, os manifestantes protestavam contra o incêndio de uma igreja no sudoeste do país. Vinte e seis cristãos, um muçulmano e policial morreram durante o conflito Khaled Desouki/AFP Mais
9.out.2013 - Egípcios seguram velas em memória de cristãos coptas mortos em 2011 durante uma manifestação que terminou em confronto com policiais, no Cairo, Egito. Na ocasião, os manifestantes protestavam contra o incêndio de uma igreja no sudoeste do país. Vinte e seis cristãos, um muçulmano e policial morreram durante o conflito Khalil Hamra/AP Mais
9.out.2013 - Jovem usa máscara de Guy Fawkes, do quadrinho "V de Vingança" durante uma homenagem em memória de cristãos coptas mortos em 2011 durante uma manifestação que terminou em confronto com policiais, no Cairo, Egito. Na ocasião, os manifestantes protestavam contra o incêndio de uma igreja no sudoeste do país. Vinte e seis cristãos, um muçulmano e policial morreram durante o conflito Khalil Hamra/AP Mais
9.out.2013 - Homem constrói túnel para contrabando entre Gaza e Egito. O Hamas está se esforçando para cumprir a os pagamentos depois que a renda obtida através de impostos diminuiu desde que o Egito começou a destruir uma rede de túneis usada para contrabando de alimentos, combustível e armas Ahmed Zakot/Reuters Mais
9.out.2013 - Homem constrói túnel para contrabando entre Gaza e Egito. O Hamas está se esforçando para cumprir a os pagamentos depois que a renda obtida através de impostos diminuiu desde que o Egito começou a destruir uma rede de túneis usada para contrabando de alimentos, combustível e armas Ahmed Zakot/Reuters Mais
8.out.2013 - Estudantes universitários e membros da Irmandade Muçulmana protestam contra os militares em frente à Universidade do Cairo, no Egito. Centenas de simpatizantes da Irmandade Muçulmana gritavam "Abaixo ao governo militar" Mohamed Abd El Ghany Mais
7.out.2013 - Egípcios passam por um carro da polícia queimado no Cairo, que foi incendiado por membros da Irmandade Muçulmana na noite anterior, durante confrontos com a polícia. Os confrontos eclodiram após partidários e opositores do presidente deposto do Egito, Mohamed Morsi, convocaram atos para marcar o aniversário da guerra de 1973 entre árabes e israelenses Khaled Desouki/AFP Mais
6.out.2013 - Membros da Irmandade Muçulmana e partidários do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, entram em confronto no centro do Cairo Ahmed Gamel/AFP Mais
6.out.2013 - Um oficial da tropa de choque da polícia do Egito sobe em um veículo blindado para disparar balas de borracha contra os membros da Irmandade Muçulmana e apoiadores do presidente deposto Mohamed Mursi em rua próxima à praça Ramsis, no Cairo, que leva à famosa praça Tahrir. Os confrontos entre partidários, opositores e forças de segurança deixaram ao menos 38 pessoas mortas no dia em que o país comemora o 40º aniversário da guerra árabe-israelense de 1973 Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
6.out.2013 - Manifestante estende bandeira egípcia durante confronto com membros da Irmandade Muçulmana que apoiam o líder deposto Mohamed Mursi em rua próxima à praça Ramsis, no Cairo, que leva à famosa praça Tahrir. Os confrontos entre partidários, opositores e forças de segurança deixaram ao menos 38 pessoas mortas no dia em que o país comemora o 40º aniversário da guerra árabe-israelense de 1973 Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
6.out.2013 - Simpatizantes de Mohammed Morsi, presidente deposto do Egito, jogam pedras e bombas em confronto com opositores e forças de segurança nas ruas do Cairo. Conflito deixou ao menos 38 pessoas mortas no dia em que o país comemora o 40º aniversário da guerra árabe-israelense de 1973 Emad Abdul Rahman/AP Mais
6.out.2013 - Simpatizante de Mohammed Morsi, presidente deposto do Egito, se protege de ataque atrás de um muro nas ruas de Gizé, cidade próxima ao Cairo. Confrontos entre partidários, opositores e forças de segurança deixaram ao menos 38 pessoas mortas no dia em que o país comemora o 40º aniversário da guerra árabe-israelense de 1973 Mosaab Elshamy/EPA/Efe Mais
6.out.2013 - Simpatizante de Mohammed Morsi, presidente deposto do Egito, mostra as mãos sujas de sangue em sinal aos 40 anos da guerra árabe-israelense de 1973. Confrontos entre partidários, opositores e forças de segurança deixaram ao menos 38 pessoas mortas no país Mosaab Elshamy/EPA/Efe Mais
6.out.2013 - Homem carrega manifestante pró-Mursi ferido durante confronto com a polícia nas ruas de Gizé, cidade próxima ao Cairo, no Egito Mosaab Elshamy/EPA/Efe Mais
6.out.2013 - Manifestante pró-Mursi ferido recebe ajuda de colegas após confronto com a polícia nas ruas de Gizé, cidade próxima ao Cairo, no Egito Maysun/EPA/Efe Mais
6.out.2013 - Simpatizantes de Mohammed Morsi, presidente deposto do Egito, jogam pedras em confronto com opositores e forças de segurança nas ruas do Cairo. Conflito deixou ao menos 38 pessoas mortas no dia em que o país comemora o 40º aniversário da guerra árabe-israelense de 1973 Maysun/EPA/Efe Mais
6.out.2013 - Helicópteros militares do Egito sobrevoam praça Tahrir, no Cairo, em comemoração aos 40 anos do ataque vitorioso do país contra as forças israelenses durante a guerra de 1973. No mesmo dia do aniversário, no entanto, conflito entre manifestantes e policiais causou ao menos 38 mortes Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
6.out.2013 - Mulher chora morte de parentes após confronto entre forças de segurança, partidários e opositores do líder deposto do Egito Mohamed Mursi nas ruas do Cairo durante o 40º aniversário da guerra árabe-israelense de 1973 - ao menos 38 pessoas morreram em conflitos no país Hassan Ammar/AP Mais
6.out.2013 - Militar tenta impedir confronto entre partidários e opositores do líder deposto do Egito Mohamed Mursi nas ruas do Cairo Sabry Khaled, El-Shorouk Newspaper/AP Mais
6.out.2013 - Homem cai no chão da praça Ramsis, no Cairo, durante confronto entre partidários e opositores do líder deposto do Egito Mohamed Mursi nas ruas da capital. Conflito no país deixa ao menos 38 mortos Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
6.out.2013 - Apoiadores de Mohammed Morsi, presidente deposto do Egito, são detidos pela polícia nas ruas do Cairo. Mais de 30 pessoas morreram em confronto com opositores e forças de segurança no mesmo dia em que o país celebra o 40º aniversário da guerra árabe-israelense de 1973 Nameer Galal/AP Mais
6.out.2013 - Aeronaves militares do Egito sobrevoam a Praça Tahrir, no Cairo, em comemoração aos 40 anos do ataque vitorioso do país contra as forças israelenses durante a guerra de 1973. No mesmo dia do aniversário, no entanto, conflito entre manifestantes e policiais causou mais de 30 mortes nas ruas da capital egípcia Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
4.out.2013 - Integrantes da Irmandade Muçulmana e apoiadores do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi enfrentam a polícia em um protesto no centro do Cairo, nesta sexta-feira (4). De acordo com as autoridades, cinco pessoas morreram no Egito em manifestações Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
4.out.2013 - Partidários do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, entram em confronto com simpatizantes do regime militar, nesta sexta-feira (4), no Cairo. Manifestantes tomaram as ruas em várias cidades para protestar contra o golpe de Estado do Exército Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
4.out.2013 - Simpatizantes do presidente deposto Mohammed Mursi protestam contra o regime militar, nesta sexta-feira (4), no Cairo. No cartaz se lê "o presidente legítimo". Grupos islâmicos iniciaram esta semana nova rodada de protestos contra o golpe do Exército. Nos últimos três meses as autoridades realizam uma campanha de detenções contra os líderes da Irmandade Muçulmana - partido de Mursi - que teve suas atividades proibidas sob a acusação de instigar a violência Khaled Elfiqi/efe Mais
2.out.2013 - Funcionários do governo começam a replantar mudas em jardim na praça Tahrir, no centro da revolta egípcia, um dia depois de confrontos entre a polícia e membros da Irmandade Muçulmana e partidários do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi, no Cairo. O chefe do exército do Egito pediu rápida transição para as eleições, a fim de restaurar a estabilidade do país Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
1°.out.2013 - Apoiadores de Mohamed Mursi fazem protesto no Cairo em defesa da Irmandade Muçulmana. Na semana passada, o grupo teve suas atividades e bens congelados por meio de decisão judicial. A Irmandade apresentou um recurso contra a decisão, nesta terça-feira (1°). A previsão é que o Tribunal de Assuntos Urgentes, que ditou a sentença, estude no próximo dia 22 de outubro o recurso dos islamitas Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
26.set.2013 - Cartazes rasgados do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, são fotografados em uma parede na praça Tahrir, no Cairo, nesta quinta-feira (26) Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
20.set.2013 - Membros da Irmandade Muçulmana e apoiadores do presidente egípcio deposto Mohammed Mursi gritam palavras de ordem contra os Ministérios Militar e do Interior, em frente ao palácio presidencial El-Thadiya, no Cairo, nesta sexta-feira (20). Forças de segurança do Egito estava à procura de defensores armados de Mursi e da Irmanda Muçulmana, nesta sexta, após retomar o controle de uma cidade próxima ao Cario, em uma operação contra os islamitas Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
20.set.2013 - Forças de segurança do Egito fazem patrulha na beira-mar da cidade de Alexandria, na costa norte do país, nesta sexta-feira, durante protesto em apoio ao presidente deposto Mohammed Mursi e contra os militares. Apoiados pelas autoridades, o Exército prendeu o porta-voz da Irmandade Muçulmana na última terça-feira (17) e congelou os bens de outros islamitas, em um novo golpe para os defensores do presidente deposto AFP Mais
20.set.2013 - O ministro da defesa do Egito, Abdel-Fattah el-Sissi (centro), e o primeiro-ministro egípcio, Hazem el-Beblawi (à dir.), participam do funeral do general Nabil Farrag, no Cairo, nesta sexta-feira (20). Farrag foi morto depois de militantes não identificados abrirem fogo contra forças de segurança que estavam na cidade de Kerdasa para expulsar supostos islamitas, os quais lutavam para tomar o controle do local, próximo às pirâmides de Gizé Hassan Ammar/AP Mais
20.set.2013 - Pessoas gritam palavras de ordem durante funeral do general Nabil Farrag, no Cairo, nesta sexta-feira (20). Farrag foi morto depois de militantes não identificados abrirem fogo contra forças de segurança que estavam na cidade de Kerdasa para expulsar supostos islamitas, os quais lutavam para tomar o controle do local, próximo às pirâmides de Gizé Hassan Ammar/AP Mais
20.set.2013 - Membros das forças de segurança do Egito prendem manifestantes durante protesto em apoio ao presidente egípcio deposto Mohammed Mursi e contra os militares, nesta sexta-feira (20), ao longo da beira-mar da cidade de Alexandria, na costa norte do país. Apoiado pelas autoridades, o Exército prendeu o porta-voz da Irmandade Muçulmana na última terça-feira (17) e congelou os bens de outros islamitas, em um novo golpe para os defensores do presidente deposto AFP Mais
20.set.2013 - Pessoas de luto seguram cartaz com foto do chefe do Exército, general Abdel Fattah al-Sisi, durante o funeral do general Nabil Farag, morto na última terça-feira (17), em Kerdasa. Farrag morreu depois de militantes não identificados abrirem fogo contra forças de segurança que estavam na cidade de Kerdasa para expulsar supostos islamitas, os quais lutavam para tomar o controle do local, próximo às pirâmides de Gizé Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
19.set.2013 - Policiais egípcios socorrem chefe de segurança Nabil Farrag, depois de ele ter sido baleado durante uma incursão na aldeia de Kerdassah nos arredores de Cairo, nesta quinta-feira (19). Farrag foi morto quando forças de segurança egípcias invadiram Kerdassah na última ofensiva contra militantes islâmicos, disseram autoridades de segurança Ahmed Ali/AFP Mais
19.set.2013 - Soldados do exército do Egito prendem um suspeito em Kerdasah, uma cidade a 14 km do Cairo, nesta quinta-feira (19), quando as forças de segurança egípcias entraram em confronto com homens armados nos arredores da capital. O governo tenta controlar uma área dominada por islâmicos Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
19.set.2013 - Policiais egípcios socorrem chefe de segurança Nabil Farrag, depois de ele ter sido baleado durante uma incursão na aldeia de Kerdassah nos arredores de Cairo, nesta quinta-feira (19). Farrag foi morto quando forças de segurança egípcias invadiram Kerdassah na última ofensiva contra militantes islâmicos, disseram autoridades de segurança Ahmed Ali/AFP Mais
19.set.2013 - Veículos das forças de segurança queimados após confronto com ativistas islâmicos em Kerdasa, uma cidade 14 km do Cairo, nesta quinta-feira (19). O exército tenta tomar o controle da região, dominada por membros da Irmandade Muçulmana, que são contrários ao golpe militar Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
14.set.2013 - Deitado em uma maca, Hosni Mubarak é colocado por médicos em uma ambulância para que seja levado de helicóptero do hospital militar Maadi para a Academia de Polícia no Cairo, capital do Egito, onde ocorre nova audiência de seu julgamento neste sábado (14). Esta é a segunda vez que o ex-presidente egípcio, que é acusado da morte de mais de 850 pessoas durante a Primavera Árabe e de corrupção, aparece no tribunal desde que deixou a prisão de Tora para ficar internado no hospital Khaled Elfiqi/EPA/Efe Mais
13.set.2013 - Membros da Irmandade Muçulmana e simpatizantes do deposto presidente egípcio, Mohamed Mursi, protestam em frente à mesquita de Al-Salam contra o governo militar nesta sexta-feira (13), em Nasser, no Egito. O ato foi chamado "sexta de lealdade ao sangue do mártires" e lembra os mortos em ação militar no dia 14 de agosto Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
11.set.2013 - Guardas de segurança do Hamas fazem patrulha na fronteira entre o Egito e a Faixa de Gaza, na cidade de Rafah, nesta quarta-feira (11). Desde julho, as forças de segurança do Egito intensificaram a repressão sobre os túneis de contrabando que ficam na fronteira, segundo fonte oficial do Hamas Said Khatib/AFP Mais
8.set.2013 - Mulher faz chocolates decorados com fotos do chefe das Forças Armadas, general Abdel Fattah al-Sisi, no Cairo, Egito. Segundo a comerciante, ?Sisi? salvou seu país do regime do presidente islâmico Mohammed Mursi e tornou-se um ícone nacional em todo o Egito Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
7.set.2013 - Soldados do exército egípcio andam com veículo blindado em rua no Cairo. Pelo menos 30 homens armados morreram neste sábado em uma ampla operação do exército contra supostos focos terroristas no norte da península do Sinai, informou a agência estatal de notícias egípcia "Mena" Khalil Hamra/AP Mais
6.set.2013 - Em imagem do último dia 3 de setembro, divulgada nesta sexta (6), guarda caminha por igreja evangélica destruída em Malawi, província de Mynia, região central do Egito, no vale do rio Nilo. Enquanto o governo militar combate insurgentes apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente deposto Mohamed Mursi na península do Sinai, estratégica pela sua posição próxima a Gaza, um novo foco rebelde islâmico surge na região, a cerca de 250 km do Cairo, e casa dos dois maiores grupos cristãos do Egito Roger Anis/El Shorouk Newspaper/AP Mais
5.set.2013 - Civil ferido é atendido por equipe médica após atentado contra o ministro do Interior egípcio, Mohammed Ibrahim, no distrito de Nasser, no Cairo, Egito, nesta quinta-feira (5) Gianluigi Guercia/Afp Mais
5.set.2013 - Peritos analisam local do atentado, em Nasser, no Egito, Civil ferido é atendido por equipe médica após atentado contra o ministro do Interior egípcio, Mohammed Ibrahim, no distrito de Nasser, no Cairo, Egito, nesta quinta-feira (5) Gianluigi Guercia/Afp Mais
5.set.2013 - Investigadores da polícia se cumprimentam enquanto outros recolhem destroços do local do atentado que visava atingir o ministro do Interior egípcio, Mohammed Ibrahim, nesta quinta-feira (5). Investigação acredita que artefato explosivo foi lançado de um prédio Gianluigi Guercia/Afp Mais
5.set.2013 - Cenário de destruição após atentado contra o ministro do Interior egípcio, Mohammed Ibrahim, no distrito de Nasser, no Cairo, Egito, nesta quinta-feira (5). Ninguém assumiu a autoria ainda Gianluigi Guercia/Afp Mais
5.set.2013 - Policiais cercam a área do atentado onde, segundo informações do Ministério, homens armados lançaram um explosivo contra os carros da comitiva. No tiroteio que se seguiu, dois terroristas foram mortos Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
5.set.2013 - Por enquanto, o governo egípcio confirmou que o ataque deixou quatro feridos, entre os quais um adolescente e uma cidadã britânica. A Irmandade Muçulmana, organização contrária ao governo provisório, é apontada como suspeita Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
5.set.2013 - O prédio do qual o artefato foi arremessado já foi identificado, e a área foi isolada. O atentado aconteceu no bairro residencial de Cidade Nasser, onde mora o ministro Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
5.set.2013 - Policiais egípcios montam guarda no local de um ataque com carro-bomba cujo alvo era o ministro do Interior egípcio, Mohammed Ibrahim, no distrito de Nasr, no Cairo, Egito, nesta quinta-feira (5). Ibrahim saiu ileso do primeiro ataque a um alto funcionário do governo desde o golpe de Estado que derrubou o presidente islâmico Mohammed Mursi, em julho deste ano Khalil Hamra/AP Mais
5.set.2013 - O ministro do Interior egípcio, Mohammed Ibrahim, fala à imprensa no Cairo em foto de 5 de janeiro. Ele saiu ileso nesta quinta-feira (5) de um atentado com carro-bomba na cidade contra o comboio em que viajava de sua casa para o escritório, informou a agência oficial de notícias egípcia "Mena" Jornal ?El-Youm el-Sabaa?/Reuters Mais
Partidários do presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, protestam no Cairo. Um tribunal militar condenou nesta terça-feira (3) à prisão perpétua 11 supostos membros da Irmandade Muçulmana, enquanto outros 45 pegaram penas de cinco anos de cadeia Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
3.set.2013 - Partidários do presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, protestam no Cairo. Um tribunal militar condenou nesta terça-feira (3) à prisão perpétua 11 supostos membros da Irmandade Muçulmana, enquanto outros 45 pegaram penas de cinco anos de cadeia Khalil Hamra/AP Mais
3.set.2013 - Partidários do presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, protestam no Cairo. Um tribunal militar condenou nesta terça-feira (3) à prisão perpétua 11 supostos membros da Irmandade Muçulmana, enquanto outros 45 pegaram penas de cinco anos de cadeia Khalil Hamra/AP Mais
3.set.2013 - Partidários do presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, protestam no Cairo. Um tribunal militar condenou nesta terça-feira (3) à prisão perpétua 11 supostos membros da Irmandade Muçulmana, enquanto outros 45 pegaram penas de cinco anos de cadeia Khalil Hamra/AP Mais
3.set.2013 - Membros da Irmandade Muçulmana e apoiadores do presidente egípcio deposto Mohammed Mursi protestam contra o Ministério Militar e do Interior, em Maadi, no egito. Um tribunal militar da cidade de Suez, no Egito, condenou nesta terça-feira (3) à prisão perpétua 11 supostos membros da Irmandade Muçulmana, enquanto outros 45 pegaram penas de cinco anos de cadeia. Os integrantes do grupo são acusados de cometer atos de violência durante os protestos de agosto Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
O presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, será julgado por "incitação ao assassinato", de acordo com o que decidiu o Procurador da República neste domingo (1º), como mais um sinal da escalada de repressão das autoridades militares à Irmandade Muçulmana, grupo político de apoio a Mursi. A foto de arquivo é de maio de 2013 Amr Abdallah Dalsh/arquivo/Reuters Mais
Manifestantes egípcios gritam palavras de ordem contra o governo dos Estados Unidos pouco antes de uma reunião entre ministros árabes do Exterior, no Cairo. O foco do encontro é discutir a crise na Síria após o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, ter dito que uma intervenção da Síria não dependerá de aprovação no Congresso Nacional Khaled Elfiqi/EFE/EPA Mais
30.ago.2013 - Um apoiador do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, sacode um objeto fumegante durante confrontos com a polícia em Mohandiseen, no Cairo, nesta sexta-feira (30). Milhares de defensores de Mursi participaram de protesto no Cairo e em outras cidades do Egito para exigir a volta do ex-presidente Louafi Larbi/Reuters Mais
30.ago.2013 - Apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohammed Mursi, tentam fugir de bombas de gás lançadas por policiais durante protesto no Cairo, nesta sexta-feira (30). Milhares de manifestantes e apoiadores da Irmandade Muçulmana foram às ruas nesta sexta contra o golpe militar e a violência cometida pelo governo em exercício Khalil Hamra/AP Mais
30.ago.2013 - Agentes de segurança param veículos em área do Cairo nesta sexta-feira (30), dia de protestos convocados pela Irmandade Muçulmana, grupo que pede a volta do presidente Mohamed Mursi, deposto pelos militares em julho. Milhares de manifestantes foram às ruas da capital e de outras partes do país nesta sexta-feira protestas contra o golpe de Estado que tirou Mursi do poder, e contra a repressão das autoridades à Irmandade Muçulmana Hiro Komae/AP Mais
30.ago.2013 - Integrantes da Irmandade Muçulmana e opositores à deposição do presidente do Egito, Mohamed Mursi, participam de protesto no Cairo nesta sexta-feira (30). Os cartazes com a mão fazendo o número quatro são uma referência à palavra "Rabaa", cujo significado em árabe é "quatro"; Rabaa também é o nome do local onde pelo menos 638 egípcios foram mortos no dia 14 de agosto, durante uma investida das autoridades para desmontar acampamentos de grupos pró-Mursi Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
30.ago.2013 - Mulheres participam de protesto no Cairo nesta sexta-feira (30) com cartazes com uma mão fazendo o número quatro. É uma referência à palavra "Rabaa", cujo significado em árabe é "quatro", e também é o nome do local onde pelo menos 638 egípcios foram mortos no dia 14 de agosto, durante uma investida das autoridades para desmontar acampamentos de grupos pró-Mursi Marwan Naamani/AFP Mais
29.ago.2013 - O líder máximo da Irmandade Muçulmana, Mohamed El-Beltagy (dir.), foi preso nesta quinta-feira (29) pela polícia do Egito, informou a TV estatal egípcia. Nas últimas semanas, as autoridades do país detiveram várias lideranças do grupo, que pede a volta do presidente do país, Mohamed Mursi, deposto em um golpe de Estado em 3 de julho Asmaa Waguih/AP Mais
28.ago.2013 - Cristãos coptas conversam no interior de que foi incendiada por assaltantes desconhecidos no centro da cidade egípcia de Minya no início deste mês. Cristãos do Egito vivem com medo depois de uma série de ataques contra igrejas, escolas e lojas, muitos disseram ser alvo de partidários do presidente deposto Mohamed Mursi Gianluigi Guercia/AFP Mais
27.ago.2013 - Simpatizantes do partido religioso paquistanês participam de um comício em apoio deposto presidente egípcio deposto Mohammad Mursi, em Peshawar, no Paquistão, nesta terça-feira (27) Mohammad Sajjad/AP Mais
27.ago.2013 - Jovens jogam bola em rua do Cairo no Egito, durante o toque de recolher imposto pelo governo provisório com o apoio dos militares Lefteris Pitarakis/AP Mais
27.ago.2013 - Homem caminha pelas ruas do Cairo, no Egito, durante o toque de recolher imposto pelo governo provisório Lefteris Pitarakis/AP Mais
25.ago.13 - Helicóptero leva o ex-presidente do Egito Hosni Mubarak de volta ao hospital militar onde ele aguarda julgamento. Após a sexta sessão, realizada neste domingo (25), Mubarak teve seu julgamento adiado para 14 de setembro. Ele é réu pela morte de manifestantes durante a revolução que o derrubou em 2011 e por vários crimes financeiros Muhammad Hamed/Reuters Mais
25.ago.2013 - Em imagem da TV estatal egípcia, o ex-ditador do país Hosni Mubarak aparece dentro de uma cela durante julgamento Reprodução TV egípcia/AFP Mais
24.ago.13 - Soldados do Exército egípcio explodem túnel clandestino na fronteira do país com a Faixa de Gaza, próximo à cidade de Rafah. O Egito reabriu um posto de imigração na área após quatro dias de interdição desde a morte de pelo menos 24 policiais no Sinai Ibraheem Abu Mustafa/Reuters Mais
24.ago.13 - Palestina carrega o filho enquanto espera neste sábado (24) para atravessar a fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito, na cidade de Rafah. O Egito reabriu o posto de imigração após quatro dias de interdição desde a morte de pelo menos 24 policiais no Sinai, no mais sangrento atentado contra as forças da ordem em anos. O país enfrenta uma crise política acompanhada de uma escalada de violência que já deixou mais de 800 mortos Ibraheem Abu Mustafa/Reuters Mais
23.ago.2013 - Muçulmanos da Caxemira fazem orações fúnebres para os mortos no Egito e na Síria, do lado de fora de uma mesquita em Srinagar, nesta sexta-feira (23) Tauseef Mustafa/AFP Mais
23.ago.2013 - Manifestantes palestinos gritam palavras de ordem durante protesto em apoio à Irmandade Muçulmana no Egito, após as orações de sexta-feira, na cidade de Ramallah, na Cisjordânia, nesta sexta-feira (23) Abbas Momani/AFP Mais
23.ago.2013 - Manifestantes gritam palavras de ordem atrás de uma faixa onde se lê "Sisi e Bassar assassinos" durante protesto condenando a recente repressão militar contra apoiadores do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi e contra o suposto ataque químico no leste de Ghouta, na Síria, nesta sexta-feira (23), em Istambul, na Turquia Ozan Kose/AP Mais
23.ago.2013 - Mulheres gritam palavras de ordem durante protesto condenando a recente repressão militar contra apoiadores do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi e contra o suposto ataque químico no leste de Ghouta, na Síria, nesta sexta-feira (23), em Istambul, na Turquia Ozan Kose/AP Mais
23.ago.2013 - Homens oram enquanto participam de uma manifestação contra as mortes em massa na Síria e no Egito, do lado de fora de uma mesquita em Ankara, na Turquia, nesta sexta-feira (23) Adem Altan/AFP Mais
23.ago.2013 - Uma mulher segura cartaz com a foto do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, durante uma manifestação contra apoiadores do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi e contra o suposto ataque químico no leste de Ghouta, na Síria. O protesto aconteceu nesta sexta-feira (23), após as orações do dia, em Istambul, na Turquia AP Mais
23.ago.2013 - Manifestantes turcos pró-islâmicos fazem protesto em apoio ao presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, e contra o suposto ataque químico na Síria, nesta sexta-feira (23), Istambul, na Turquia. No cartaz, se lê: ?Resistência islâmica vencerá no Egito e na Síria? AP Mais
23.ago.2013 - Afegãos participam de uma manifestação em apoio ao presidente egípcio deposto Mohamed Mursi, em Kabul, no Afeganistão, nesta sexta-feira (23). Cerca de 2.500 manifestantes participaram do ato, logo após as orações de sexta-feira Massoud Hossaini/AFP Mais
23.ago.2013 - Afegãos participam de uma manifestação em apoio ao presidente egípcio deposto Mohamed Mursi, em Kabul, no Afeganistão, nesta sexta-feira (23). Cerca de 2.500 manifestantes participaram do ato, logo após as orações de sexta-feira Massoud Hossaini/AFP Mais
23.ago.2013 - Afegãos segura placa em apoio ao presidente egípcio deposto Mohamed Mursi, durante protesto em Kabul, no Afeganistão, nesta sexta-feira (23). Cerca de 2.500 manifestantes participaram do ato, logo após as orações de sexta-feira Massoud Hossaini/AFP Mais
23.ago.2013 - Palestinos gritam palavras de ordem enquanto erguem bandeiras da oposição Síria e do Egito, durante protesto em apoio ao presidente egípcio deposto Mohamed Mursi e contra o mandatário Sírio, Bashar al-Assad, no centro da Faixa de Gaza, nesta sexta-feira (23) Ibraheem Abu Mustafa/Reuters Mais
23.ago.2013 - Manifestantes palestinos entraram em conflito, nesta sexta-feira (23), com seguranças à paisana da Autoridade Palestina durante protesto em apoio ao presidente egípcio deposto Mohamed Mursi, organizado pelo Hamas, na cidade de Ramallah, na Cisjordânia Majdi Mohammed/AP Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Louafi Larbi/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi seguram o Alcorão e fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Louafi Larbi/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Louafi Larbi/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Muhammad Hamed/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Muhammad Hamed/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Muhammad Hamed/Reuters Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi fazem o gesto "Rabaa", em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Gianluigi Guercia/AFP Mais
23.ago.2013 - Apoiadores da Irmandade Muçulmana e do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi protestam em referência à mesquita de Rabaa alAdawiya, incendiada nos confrontos 14 de agosto no Cairo, durante protesto em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Manu Brabo/Reuters Mais
23.ago.2013 - Veículos blindados do Exército são posicionados na praça Tahrir, no Cairo, no Egito, durante protestos desta sexta-feira (23) Manu Brabo/Reuters Mais
23.ago.13 - Manifestantes a favor do partido islâmico Irmandade Muçulmana protestam em frente à mesquita de Al Tawheed, no Cairo, a capital do país. Eles pedem a libertação do presidente deposto Mohamed Mursi e criticam o governo provisório instaurado pelos militares Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
23.ago.13 - Soldados egípcios montam guarda com veículos blindados na entrada da praça Tahrir, no Cairo, nesta sexta-feira (23). O local é utilizado por manifestantes que protestam contra a queda do presidente eleito Mohamed Mursi Reuters Mais
22.ago.2013 - Manifestantes que apoiam os militares egípcios, protestam contra o que eles dizem ser o apoio do governo dos Estados Unidos a Irmandade Muçulmana, em frente à Casa Branca, em Washington Charles Dharapak/AP Mais
22.ago.2013 - Manifestantes que apoiam os militares egípcios, protestam contra o que eles dizem ser o apoio do governo dos Estados Unidos a Irmandade Muçulmana, em frente à Casa Branca, em Washington Charles Dharapak/AP Mais
22.ago.2013 - Ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, 85, é transportado de ambulância para hospital militar no Cairo, capital do país. O ditador do Egito, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe, foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Amr Nabil/AP Mais
22.ago.2013 - Ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, 85, é transportado de ambulância para hospital militar no Cairo, capital do país. O ditador do Egito, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe, foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Amr Nabil/AP Mais
22.ago.2013 - Apoiadores do ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, seguram pôster com fotos dele em comemoração à liberdade concedida ao ex-ditador, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe. Ele foi transportado de ambulância para um hospital militar no Cairo, capital do país, nesta quinta-feira (22). Mubarak foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Youssef Boudlal/Reuters Mais
22.ago.2013 - Apoiadores do ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, seguram pôster com fotos dele em comemoração à liberdade concedida ao ex-ditador, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe. Ele foi transportado de ambulância para um hospital militar no Cairo, capital do país, nesta quinta-feira (22). Mubarak foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Khalil Hamra/AP Mais
22.ago.2013 - Apoiadores do ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, seguram pôster com fotos dele em comemoração à liberdade concedida ao ex-ditador, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe. Ele foi transportado de ambulância para um hospital militar no Cairo, capital do país, nesta quinta-feira (22). Mubarak foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Youssef Boudlal/Reuters Mais
22.ago.2013 - Apoiadores do ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, seguram pôster com fotos dele em comemoração à liberdade concedida ao ex-ditador, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe. Ele foi transportado de ambulância para um hospital militar no Cairo, capital do país, nesta quinta-feira (22). Mubarak foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Youssef Boudlal/Reuters Mais
22.ago.2013 - Apoiadores do ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, seguram pôster com fotos dele em comemoração à liberdade concedida ao ex-ditador, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe. Ele foi transportado de ambulância para um hospital militar no Cairo, capital do país, nesta quinta-feira (22). Mubarak foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Khalil Hamra/AP Mais
22.ago.2013 - Ex-presidente do Egito, Hosni Mubarak, 85 (centro), é transportado de ambulância para hospital militar no Cairo, capital do país. O ditador do Egito, que renunciou ao poder após os protestos de 2011 no país árabe, foi solto pela Justiça, que ordenou que ele cumpra prisão domiciliar Amr Nabil/AP Mais
22.ago.13 - Ex-presidente do Egito Hosni Mubarak deixa de helicóptero prisão no Egito nesta quinta-feira (22). Ele foi removido para um hospital próximo após decisão judicial ordenar a sua libertação da prisão Youssef Boudlal/Reuters Mais
22.ago.2013 - Grupo que apoia o ex-presidente do Egito Hosni Mubarak comemora nesta quinta-feira (22) em frente à prisão onde ele está encarcerado desde 2011. Mubarak foi posto em liberdade nesta quarta-feira (21) por um tribunal em um caso de corrupção e espera que os trâmites sejam concluídos para que sua saída seja autorizada Amr Nabil/AP Mais
21.ago.2013 - Policiais montam guarda em frente ao portão da embaixada egípcia em Gulshan, em Dhaka, Bangladesh. O órgão diplomático suspendeu suas atividades até o final do mês, nesta quarta-feira (21), após receber ameaças de bomba, em protesto contra a morte de apoiadores da Irmandade Muçulmana, no Cairo Andrew Biraj/Reuters Mais
21.ago.2013 - Manifestantes erguem as mãos enquanto protestam em Malieveld, Haia, nos Países Baixos, contra o derramamento de sangue no Egito, nesta quarta-feira (21) Phil Nijhuis/ANP/AP Mais
21.ago.2013 - Mulher mostra as mãos riscadas enquanto protesta em Malieveld, Haia, na Holanda, contra o derramamento de sangue no Egito, nesta quarta-feira (21) Phil Nijhuis/ANP/AP Mais
21.ago.2013 - Em imagem de 3 agosto, garoto egípcio aguarda por turistas em frente à esfinge e às grandes pirâmides de Gizé, a sudoeste do Cairo, no Egito. O turismo no país foi duramente atingido diante da crise política instaurada desde a deposição do ditador Hosni Mubarak, em 2012, e agravada com o golpe militar sobre o primeiro presidente eleito do país, Mohammed Mursi, que culminou na última semana com a morte de centenas de manifestantes a favor do mandatário deposto. Nesta quarta-feira (21), as pirâmides permaneciam oficialmente fechadas Fayez Nureldine/AFP Mais
20.ago.13 - Apoiadores do partido político e religioso Jamaat-e-Islami seguram bandeiras durante protesto a favor do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, em protesto em Karachi, no Paquistão Athar Hussain/Reuters Mais
20.ago.13 - Apoiadores do partido político e religioso Jamaat-e-Islami seguram bandeiras durante protesto a favor do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, em protesto em Karachi, no Paquistão Athar Hussain/Reuters Mais
20.ago.13 - Apoiadores do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, protestam contra a morte de centenas em confrontos no Egito, em frente à embaixada egípcia da Arábia Saudita, em Paris, na França Thomas Samson/AFP Mais
20.ago.13 - Apoiadora do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, segura placa onde se lê "O que a polícia do mundo está fazendo, Nações Unidas", durante protesto contra a morte de centenas em confrontos no Egito, em frente à embaixada egípcia da Arábia Saudita, em Paris, na França Thomas Samson/AFP Mais
20.ago.13 - Estudantes indianos de medicina fazem protesto na Caxemira em apoio ao presidente deposto do Egito Mohammed Mursi, no último dia 3 de julho Mukhtar Khan/AP Mais
20.ago.13 - Caminhões e tanques do Exército egípcio fazem guarda em rua de acesso à praça Tahrir, no centro do Cairo. O governo do país tenta controlar a onda de protestos que se deu após a queda do presidente eleito Mohammmed Mursi, do partido islâmico Irmandade Muçulmana Gianluigi Guercia/AFP Mais
20.ago.13 - Estudantes indianos de medicina fazem protesto na Caxemira em apoio ao presidente deposto do Egito Mohammed Mursi, no último dia 3 de julho Mukhtar Khan/AP Mais
20.ago.13 - Youssef Imam, membro do partido islâmico Irmandade Muçulmana, fala durante uma coletiva de imprensa no Cairo após o Exército Egípcio prender o líder da organização Mohammed Badie nesta terça-feira (20) Youssef Boudlal/Reuters Mais
20.ago.13 - Policiais egípcios ficam de prontidão no Cairo após o anúncio da prisão do líder do parto islâmico Irmandade Muçulmana, que defende a volta ao poder do presidente deposto Mohamed Mursi Amr Nabil/AP Mais
20.ago.13 - Guardas palestinos do Hamas fazem segurança na fronteira próxima à cidade de Rafah, na Faixa de Gaza. O governo egípcio fechou a passagem depois de um ataque a dois ônibus carregados de suprimentos militares, deixando 24 mortos Hatem Moussa/AP Mais
20.ago.13 - Mãe de policial egípcio morot em ataque a dois ônibus com suprimentos militares em Rafah, no Sinai, lamenta a morte do filho. Crise no país se agravou na última semana, após uma série de protestos após a queda do presidente eleito Mohammed Mursi Mohamed EL-Shahed/AFP Mais
20.ago.13 - Parente do policial egípcio Ibrahem Nasr, morto após um ataque em Rafah, na fronteira com a Faixa de Gaza, que matou 24 pessoas. Militantes dispararam granadas dois ônibus com suprimentos militares, segundo fontes oficiais Mohamed EL-Shahed/AFP Mais
20.ago.2013 - Mohamed Badie, líder supremo da Irmandade Muçulmana, aparece em foto divulgada nesta terça-feira (20) pela polícia do Egito, após ser preso por autoridades no Cairo Khaled el Fiqi/Efe Mais
20.ago.2013 - Soldados vistoriam carro em ponto de inspeção durante período de toque de recolher no fim desta segunda-feira (19) no Cairo (Egito) Khaled Desouki/AFP Mais
Mohamed Badie, líder supremo da Irmandade Muçulmana, participa de coletiva imprensa no Cairo (Egito) em foto de 30 de novembro de 2010. Badie foi preso na madrugada desta terça-feira no Cairo Khaled el Fiqi/Efe Mais
19.ago.2013 -Exército e policiais egípcios carregam caixões cobertos com bandeiras nacionais na base militar de Almaza, no Cairo, Egito. Grupos islamitas armados atacaram nesta segunda-feira dois micro-ônibus da polícia com foguetes, matando 25 policiais que iam para Rafah. Esse ataque, o mais mortífero contra as forças de ordem em décadas, eleva para 102 o número de policiais mortos em cinco dias Khaled Desouki/AFP Mais
19.ago.2013 - Os caixões de 25 policiais mortos na manhã desta segunda-feira, perto da cidade de Rafah, Egito, chegam ao aeroporto militar de Almaza, no Cairo. Grupos islamitas armados atacaram nesta segunda-feira dois micro-ônibus da polícia com foguetes, matando 25 policiais que iam para Rafah. Esse ataque, o mais mortífero contra as forças de ordem em décadas, eleva para 102 o número de policiais mortos em cinco dias Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
19.ago.2013 - policiais egípcios carregam caixões cobertos com bandeiras nacionais na base militar de Almaza, no Cairo, Egito. Grupos islamitas armados atacaram nesta segunda-feira dois micro-ônibus da polícia com foguetes, matando 25 policiais que iam para Rafah. Esse ataque, o mais mortífero contra as forças de ordem em décadas, eleva para 102 o número de policiais mortos em cinco dias Khaled Desouki/AFP Mais
19.ago.2013 - Mulheres protestam em apoio ao presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, em Roma, Itália Max Rossi/Reuters Mais
19.ago.2013 - Mulheres protestam em apoio ao presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, em Roma, Itália Max Rossi/Reuters Mais
19.ago.2013 - Pessoas protestam contra a repressão do governo egípcio contra partidários do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, perto da embaixada egípcia em Jacarta, capital da Indonésia Beawiharta/Reuters Mais
19.ago.2013 - Objetos do período faraônico ficam no chão do Museu de Antiguidades de Malawi, na província egípcia de Minya, no Egito, após ter sido saqueado entre a noite de quinta-feira (15) e a manhã de sexta-feira (16), em foto divulgada nesta segunda-feira. O roubo de cerca de 1.000 artefatos, abrangendo cerca de 3.500 anos de história de um pequeno museu de antiguidades ao sul do Cairo, mostra a segurança tênue nas províncias do Egito Roger Anis/El Shorouk Newspaper/AP Mais
19.ago.2013 - Objetos do período faraônico ficam no chão do Museu de Antiguidades de Malawi, na província egípcia de Minya, no Egito, após ter sido saqueado entre a noite de quinta-feira (15) e a manhã de sexta-feira (16), em foto divulgada nesta segunda-feira. O governo do Egito pediu na sexta-feira que todas as pessoas que possuem peças do museu que foi saqueado, as devolvam às autoridades. O ministro de Arqueologia do país, Mohammed Ibrahim, disse que quem entregar as peças roubadas do museu do distrito de Malawi não será julgado, mas recompensado com uma quantia em dinheiro Roger Anis/El Shorouk Newspaper/AP Mais
19.ago.2013 - Sarcófago fica no chão do Museu de Antiguidades de Malawi, na província egípcia de Minya, no Egito, após ter sido saqueado entre a noite de quinta-feira (15) e a manhã de sexta-feira (16), em foto divulgada nesta segunda-feira. O governo do Egito pediu na sexta-feira que todas as pessoas que possuem peças do museu que foi saqueado, as devolvam às autoridades. O ministro de Arqueologia do país, Mohammed Ibrahim, disse que quem entregar as peças roubadas do museu do distrito de Malawi não será julgado, mas recompensado com uma quantia em dinheiro Roger Anis/El Shorouk Newspaper/AP Mais
19.ago.2013 - Vitrines que exibiam peças do museu Museu de Antiguidades de Malawi, na província egípcia de Minya, no Egito, ficam quebradas após o museu ter sido saqueado entre a noite de quinta-feira (15) e a manhã de sexta-feira (16), em foto divulgada nesta segunda-feira. O governo do Egito pediu na sexta-feira que todas as pessoas que possuem peças do museu que foi saqueado, as devolvam às autoridades. O ministro de Arqueologia do país, Mohammed Ibrahim, disse que quem entregar as peças roubadas do museu do distrito de Malawi não será julgado, mas recompensado com uma quantia em dinheiro Roger Anis/El Shorouk Newspaper/AP Mais
19.ago.2013 - Ativistas da organização de direitos humanos Anistia Internacional usam máscaras caracterizando Nerfertiti, a mulher do faraó Aquenáton, durante protesto contra a violência no Egito, em frente à embaixada egípcia em Berlim, na Alemanha, nesta segunda-feira. A organização denunciou a "carnificina" no Egito, após confrontos entre as forças de segurança e apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, o que matou centenas de pessoas no país John Macdougall/AFP Mais
19.ago.2013 - Ativistas da organização de direitos humanos Anistia Internacional usam máscaras caracterizando Nerfertiti, a mulher do faraó Aquenáton, durante protesto contra a violência no Egito, em frente à embaixada egípcia em Berlim, na Alemanha, nesta segunda-feira. A organização denunciou a "carnificina" no Egito, após confrontos entre as forças de segurança e apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, o que matou centenas de pessoas no país John Macdougall/AFP Mais
19.ago.2013 - Manifestantes muçulmanos marcham em manifestação em Calcutá, na Índia, contra o recente assassinato em massa no Egito durante confrontos entre as forças de segurança e apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi Dibyangshu Sarkar/AFP Mais
19.ago.2013 - Homens carregam caixão com corpo de simpatizante da organização islâmica Irmandade Muçulmana, em necrotério do Cairo, no Egito, nesta segunda-feira (19). O manifestante morreu durante tentativa de fuga. A Irmandade Muçulmana denunciou a detenção de pelo menos 400 de seus dirigentes nos três últimos dias. A organização também acusou as autoridades egípcias de terem torturado e carbonizado 36 detidos que estavam sendo levados para uma prisão Ahmed Assadi/EFE Mais
19.ago.2013 - Tanque do Exército egípcio é visto estacionado ao lado do hospital militar Aguza, no Cairo, nesta segunda-feira (19), após a morte de ao menos 24 policiais, perto da cidade de Rafah, no norte do Sinai egípcio Gianluigi Guercia/AFP Mais
Amigos e familiares de Ammar Badie, 38, choram a morte dele em funeral realizado no Cairo. Ammar era filho de Mohammed Badie, líder espiritual da Irmandade Muçulmana Manu Brabo/AP Mais
18.ago.2013 - Em Karachi, no Paquistão, pessoas protestam contra o governo interino instaurado no Egito após a queda do presidente Mohammed Mursi, e contra a violência no país Rehan Khan/EFE Mais
18.ago.2013 - Cerca de 150 egípcios que vivem no Japão protestam neste domingo, na embaixada do Egito em Tóquio, contra o governo interino instaurado no país após a queda do presidente Mohammed Mursi Shizuo Kambayashi/AP Mais
18.ago.2013 - Egípcios que vivem no Japão protestam neste domingo, na embaixada do Egito em Tóquio, contra o governo interino instaurado no país após a queda do presidente Mohammed Mursi Kimimasa Mayama/EFE Mais
18.ago.2013 - Apoiador do presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, exibe cartaz com imagens trágicas dos confrontos violentos da última semana no país David Gray/Reuters Mais
17.ago.2013 - Policiais escoltam membros da Irmandade Muçulmana que estavam dentro da mesquita al-Fath, no Cairo (Egito). Apoiadores de Mohamed Mursi, presidente deposto em julho deste ano, estavam dentro do local para planejar novos protestos contra o governo atual Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
17.ago.2013 - Museu de antiguidades faraônicas na cidade de Malawi, centro do Egito, foi saqueado durante onda de violência que o país africano enfrenta nos últimos dias Roger Anis/AP Mais
17.ago.2013 - Policiais fazem guarda na entrada da mesquita al-Fath, onde houve troca de tiros entre as forças do governo e partidários da Irmandade Muçulmana que estão refugiados no prédio religioso Muhammad Hamed/Reuters Mais
17.ago.2013 - Seguidores do presidente deposto Mohammed Mursi são atacados por forças de segurança do lado de fora da mesquita al-Fathed, no Cairo. Cerca de 700 integrantes da Irmandade Muçulmana buscaram refúgio no edifício religioso na capital do país após a matança promovida pelo governo local Khaled Elfiqi/Efe Mais
17.ago.2013 - Policiais escoltam apoiador da Irmandade Muçulmana enquanto ele deixa a mesquita Al-Fath, na praça de Ramsés, no Cairo, neste sábado (17). O local foi ocupado por pessoas que apoiam o presidente deposto do Egito, Mohammed Mursi, após uma sexta-feira sangrenta que deixou mais de 80 mortos Hussein Tallal/AP Mais
17.ago.2013 - Policiais montam guarda em frente a uma das portas da mesquita Al-Fath, na praça de Ramsés, no Cairo, neste sábado (17). O local, ocupado por apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, foi invadido por soldados egípcios Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
17.ago.2013 - Equipe médica remove corpo da mesquita de Al-Fath, na praça de Ramsés, no Cairo, neste sábado (17). O local, ocupado por apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi, foi invadido por soldados egípcios. Os refugiados na mesquita convocaram novas manifestações após uma sexta-feira sangrenta que deixou mais de 80 mortos. Autoridades disseram que a polícia está negociando com os manifestantes para formar uma barricada para que eles deixem o local com segurança Hussein Tallal/AP Mais
17.ago.2013 - Homem grita de janela da mesquita de Al-Fath, na praça de Ramsés, no Cairo, neste sábado (17). O local está ocupado por apoiadores do presidente deposto Mohammed Mursi e foi invadido por soldados egípcios. Os refugiados na mesquita convocaram novas manifestações após uma sexta-feira sangrenta que deixou mais de 80 mortos Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
17.ago.2013 - Apoiadores do governo interino instaurado no Egito festejam a passagem de um tanque do Exército que seguia em direção à mesquita Al-Fath, na praça de Ramsés, no Cairo, neste sábado (17). Soldados egípcios invadiram o local, no qual estavam refugiados seguidores do presidente deposto Mohammed Mursi, que convocaram novas manifestações após uma sexta-feira sangrenta que deixou mais de 80 mortos Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
16.ago.2013 - Mulheres seguram cartazes durante protesto contra o golpe de Estado sofrido pelo Egito, nas proximidades da embaixada do país africano no centro de Londres, nesta sexta-feira (16). A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Lefteris Pitarakis/AP Mais
16.ago.2013 - Manifestante segura cartaz comparando Hitler ao general Abdel Fattah al-Sisi durante protesto na praça Algeria, em Tripoli, Líbia, nesta sexta-feira (16). A manifestação foi em apoio à Irmandade Muçulmana e ao presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi Mahmud Turkia/AFP Mais
Líbios e egípcios que vivem na Líbia fazem protesto na praça Algeria, em Tripoli, Líbia, nesta sexta-feira (16) em apoio à Irmandade Muçulmana e ao presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi Mahmud Turkia/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes marroquinos erguem bandeiras egípcias e gritam palavras de ordem durante protesto contra a violência no Egito e em apoio ao presidente deposto Mohamed Mursi Fadel Senna/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes marroquinos erguem bandeiras egípcias e gritam palavras de ordem durante protesto contra a violência no Egito e em apoio ao presidente deposto Mohamed Mursi Fadel Senna/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes marroquinos seguram fotos de vítimas do massacre ocorrido no Egito, erguem bandeiras do país e gritam palavras de ordem durante protesto contra a violência no Egito e em apoio ao presidente deposto Mohamed Mursi Fadel Senna/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes se aglutinaram em frente à embaixada do Egito em Túnis, na Tunísia, nesta terça-feira (16) para mostrar apoio ao presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi. França e Grã-Bretanha chamaram a atenção da Europa para que seja enviada uma mensagem forte sobre o agravamento da crise no Egito, pedindo para que a União Europeia reveja as suas relações com Cairo Amine Landoulsi/AFP Mais
16.ago.2013 - Mulher segura cartaz com foto do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, durante protesto em frente à embaixada do Egito em Túnis, na Tunísia, nesta terça-feira (16) Amine Landoulsi/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes gritam palavras de ordem e levantam bandeiras de vários países áreabes, inclusive a egípcia, durante protesto em Túnis, na Tunísia, nesta terça-feira (16) para mostrar apoio ao presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi. França e Grã-Bretanha chamaram a atenção da Europa para que seja enviada uma mensagem forte sobre o agravamento da crise no Egito, pedindo para que a União Europeia reveja as suas relações com Cairo Amine Landoulsi/AFP Mais
16.ago.2013 - Homem segura cartazes com o rosto do presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi, durante protesto contra o massacre protagonizado pelo Exército contra os defensores do ex-mandatário, nesta sexta-feira (16), em Túnis, na Tunísia Amine Landoulsi/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes gritam palavras de ordem e levantam bandeiras de vários países áreabes, inclusive a egípcia, durante protesto em Túnis, na Tunísia, nesta terça-feira (16) para mostrar apoio ao presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi. França e Grã-Bretanha chamaram a atenção da Europa para que seja enviada uma mensagem forte sobre o agravamento da crise no Egito, pedindo para que a União Europeia reveja as suas relações com Cairo Amine Landoulsi/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes gritam palavras de ordem e levantam bandeiras de vários países áreabes, inclusive a egípcia, durante protesto em Túnis, na Tunísia, nesta terça-feira (16) para mostrar apoio ao presidente egípcio deposto, Mohamed Mursi. França e Grã-Bretanha chamaram a atenção da Europa para que seja enviada uma mensagem forte sobre o agravamento da crise no Egito, pedindo para que a União Europeia reveja as suas relações com Cairo Hassene Dridi/AP Mais
16.ago.2013 - Apoiadores do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi gritam palavras de ordem durante protesto contra o massacre praticado pelo Exército egípcio contra defensores do ex-mandatário. A manifestação aconteceu em Khartoum, no Sudão, após as orações de sexta-feira (16) Mohamed Nureldin Abdallah/Reuters Mais
16.ago.2013 - Meninas sudanesas seguram cartaz com a foto do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, durante protesto contra o massacre praticado pelo Exército egípcio contra defensores do ex-mandatário. A manifestação aconteceu em Khartoum, no Sudão, após as orações de sexta-feira (16) Mohamed Nureldin Abdallah/Reuters Mais
16.ago.2013 - Apoiadores do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi gritam palavras de ordem durante protesto contra o massacre praticado pelo Exército egípcio contra defensores do ex-mandatário. A manifestação aconteceu em Khartoum, no Sudão, após as orações de sexta-feira (16) Mohamed Nureldin Abdallah/Reuters Mais
16.ago.2013 - Apoiadores do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, gritam palavras de ordem e erguem bandeiras do Egito durante protesto contra o massacre praticado pelo Exército egípcio contra defensores do ex-mandatário. A manifestação aconteceu em Khartoum, no Sudão, após as orações de sexta-feira (16) Mohamed Nureldin Abdallah/Reuters Mais
16.ago.2013 - Uma garota é fotografada com a bandeira egípcia pintada no rosto, durante protesto contra o golpe de Estado sofrido pelo Egito, nas proximidades da embaixada do país africano no centro de Londres, nesta sexta-feira (16). A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Lefteris Pitarakis/AP Mais
16.ago.2013 - Uma menina chora enquanto segura cartaz com foto do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi, durante protesto contra o golpe de Estado sofrido pelo Egito, nas proximidades da embaixada do país africano no centro de Londres, nesta sexta-feira (16). A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Lefteris Pitarakis/AP Mais
16.ago.2013 - Um manifestante segura um cartaz onde se lê "Nossa atitude pacífica é mais forte que suas balas" durante protesto contra o golpe de Estado sofrido pelo Egito, nas proximidades da embaixada do país africano no centro de Londres, nesta sexta-feira (16). A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Lefteris Pitarakis/AP Mais
16.ago.2013 - Manifestante segura cartaz onde se lê "Não ao golpe militar" durante protesto contra o golpe de Estado sofrido pelo Egito, nas proximidades da embaixada do país africano no centro de Londres, nesta sexta-feira (16). A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Lefteris Pitarakis/AP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes seguram cartazes e gritam palavras de ordem durante protesto contra o golpe de Estado sofrido pelo Egito, nas proximidades da embaixada do país africano no centro de Londres, nesta sexta-feira (16). A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Lefteris Pitarakis/AP Mais
16.ago.2013 - Homem grita palavras de ordem ao microfone durante protesto contra o golpe de Estado sofrido pelo Egito, nas proximidades da embaixada do país africano no centro de Londres, nesta sexta-feira (16). A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Lefteris Pitarakis/AP Mais
16.ago.2013 - Crianças se juntam aos manifestantes durante protesto contra o massacre de defensores do presidente egípcio deposto Mohamed Mursi, durante protesto ocorrido, nesta sexta-feira (16), do lado de fora da Embaixada do Egito no centro de Londres. A pressão internacional sobre o governo interino do Egito está aumentando para que cesse o derramamento de sague no país Andrew Cowie/AFP Mais
16.ago.2013 - Kuaitianos fazem protesto do lado de fora da embaixada dos Estados Unidos contra o derramamento de sangue de apoiadores do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, nesta sexta-feira (16), na cidade do Kuait. França e Grã-Bretanha chamaram a atenção da Europa para que seja enviada uma mensagem forte sobre o agravamento da crise no Egito, pedindo para que a União Europeia reveja as suas relações com Cairo Yasser Al-Zayyat/AFP Mais
16.ago.2013 - Crianças seguram cartaz onde se lê ?Medo do Islã? durante protesto para mostrar apoio aos defensores do presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, nesta sexta-feira (16), em Karachi, no Paquistão. França e Grã-Bretanha chamaram a atenção da Europa para que seja enviada uma mensagem forte sobre o agravamento da crise no Egito, pedindo para que a União Europeia reveja as suas relações com Cairo Fareed Khan/AP Mais
16.ago.2013 - Um apoiador do partido paquistanês Jamaat-i-Islami grita palavras de ordem durante protesto em apoio aos presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, nesta sexta-feira (16), em Karachi, no Paquistão. Milhares de pessoas foram às ruas para condenar o Exército egípcio pelo massacre ocorrido no país Fareed Khan/AP Mais
16.ago.2013 - Ativistas de vários partidos políticos, incluindo o Jamaat-e-Islami, gritam palavras de ordem durante protesto em apoio aos presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, nesta sexta-feira (16), em Karachi, no Paquistão. Milhares de pessoas foram às ruas para condenar o Exército egípcio pelo massacre ocorrido no país Arif Ali/AFP Mais
16.ago.2013 - Ativistas de vários partidos políticos, incluindo o Jamaat-e-Islami, seguram cartaz onde se lê, em inglês, "Liberte Mursi, me prenda", durante protesto em apoio aos presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, nesta sexta-feira (16), em Karachi, no Paquistão. Milhares de pessoas foram às ruas para condenar o Exército egípcio pelo massacre ocorrido no país Arif Ali/AFP Mais
16.ago.2013 - Ativistas de vários partidos políticos, incluindo o Jamaat-e-Islami, seguram cartazes e gritam palavras de ordem durante protesto em apoio aos presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, nesta sexta-feira (16), em Karachi, no Paquistão. Milhares de pessoas foram às ruas para condenar o Exército egípcio pelo massacre ocorrido no país Arif Ali/AFP Mais
16.ago.2013 - Um apoiador do partido politico e religioso Jamat-e-Islami segura um cartaz onde se lê ?Nós estamos com Mursi?, durante protesto em apoio aos presidente deposto do Egito, Mohamed Mursi, nesta sexta-feira (16), em Karachi, no Paquistão. Milhares de pessoas foram às ruas para condenar o Exército egípcio pelo massacre ocorrido no país Athar Hussain/Reuters Mais
16.ago.2013 - O repórter-fotográfico da Folha de São Paulo Joel Silva, 47, em imagem de quinta-feira (15), foi atingido de raspão na cabeça por um disparo durante a tarde desta sexta-feira (16), no Cairo. Ele fotografava protestos ao redor da cidade quando eclodiu um confronto entre os apoiadores e os opositores do presidente deposto Mohammed Mursi. Ele passa bem Reprodução/Facebook/Joel Silva Mais
16.ago.2013 - Dois homens armados circulam em rua do distrito de Zamalek, no Cairo, durante confronto entre manifestantes e forças oficiais egípcias nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Manoocher Deghati/AP Mais
16.ago.2013 - Dois homens armados circulam em rua do distrito de Zamalek, no Cairo, durante confronto entre manifestantes e forças oficiais egípcias nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Manoocher Deghati/AP Mais
16.ago.2013 - Corpos são enfileirados dentro de mesquita no Cairo, nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
16.ago.2013 - Fumaça sobe no céu do Cairo durante conflitos entre manifestantes partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi e forças oficiais egípcias. Um protesto convocado pela Irmandade Muçulmana do Egito acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Louafi Larbi/Reuters Mais
16.ago.2013 - Egípcios levam homem ferido durante confrontos no Cairo nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Khalil Hamra/AP Mais
16.ago.2013 - Homem ferido durante confrontos no Cairo nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Khalil Hamra/AP Mais
16.ago.2013 - Egípcios levam homem ferido durante confrontos no Cairo nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Youssef Boudlal/Reuters Mais
16.ago.2013 - Egípcios levam homem ferido durante confrontos no Cairo nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Amr Abdallah Dalsh /Reuters Mais
16.ago.2013 - Egípcios acenam para soldados em tanque que circulava por rua do Cairo, nesta sexta-feira (16). Um protesto realizado por partidários do presidente deposto do Egito Mohamed Mursi acabou em choque com a polícia. O governo egípcio contabiliza dezenas de mortes Amr Nabil/AP Mais
16.ago.2013 - Manifestante ferido recebe ajuda de colega durante protesto em frente ao centro policial Azbkya, no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
16.ago.2013 - Manifestante cobre o rosto com plástico para se proteger de bombas de gás lacrimogênio durante protesto no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Youssef Boudlal/Reuters Mais
16.ago.2013 - Manifestantes favoráveis ao ex-presidente deposto do Egito Mohamed Morsi carregam pessoa baleada em confronto durante marcha por ruas do Cairo nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Engy Imad/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi carregam caixão de pessoa morta em confronto durante marcha por ruas do Cairo nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Amr Nabil/AP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi carregam caixão de pessoa morta em confronto durante marcha por ruas do Cairo nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Amr Nabil/AP Mais
16.ago.2013 - Os partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi protestam contra o governo interino do país no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Fareed Khan/AP Mais
16.ago.2013 - Os partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi protestam contra o governo interino do país no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Athar Hussain/Reuters Mais
16.ago.2013 - Os partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi protestam contra o governo interino do país no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Muhammad Hamed/Reuters Mais
16.ago.2013 - Os partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi protestam contra o governo interino do país no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Louafi Larbi /Reuters Mais
16.ago.2013 - Os partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi protestam contra o governo interino do país no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
16.ago.2013 - Os partidários do presidente deposto do Egito Mohammed Mursi protestam contra o governo interino do país no Cairo, nesta sexta-feira (16). O governo do Egito contabiliza dezenas de mortes durante os confrontos de hoje pelo país Mohamed Abd El Ghany/Reuters Mais
16.ago.2013 - Manifestantes favoráveis ao ex-presidente deposto do Egito Mohamed Morsi carregam corpo de colega baleado em confronto durante marcha por ruas do Cairo nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Engy Imad/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestante senta ao lado de corpo de colega durante marcha por ruas do Cairo nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Engy Imad/AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes favoráveis ao ex-presidente deposto do Egito Mohamed Morsi carregam pessoa ferida durante marcha por ruas do Cairo nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Louafi Larbi/Reuters Mais
16.ago.2013 - Manifestantes favoráveis ao ex-presidente deposto do Egito Mohamed Morsi carregam pessoa ferida durante marcha por ruas do Cairo nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Louafi Larbi/Reuters Mais
16.ago.2013 - Poster do ex-presidente deposto do Egito Mohamed Morsi é deixado em cima de cadeira na mesquita Rabaa Adawiya, que pegou fogo no Cairo, nesta sexta-feira (16) Louafi Larbi/Reuters Mais
16.ago.2013 - Manifestantes leais ao ex-presidente deposto do Egito Mohamed Morsi protestam em Alexandria nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança egípcias a manifestantes. Levantes ocorreram, além de Alexandria, em Beni Suef, Faium, no sul do Cairo e em Hurghada AFP Mais
16.ago.2013 - Manifestantes leais ao ex-presidente deposto do Egito Mohamed Morsi protestam em Alexandria nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança egípcias a manifestantes. Levantes ocorreram, além de Alexandria, em Beni Suef, Faium, no sul do Cairo e em Hurghada AFP Mais
16.ago.2013 - Soldados do exército egípcio com veículos blindados fazem guarda de ruas do Cairo, Egito, nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Louafi Larbi/Reuters Mais
16.ago.2013 - Soldados do exército egípcio com veículos blindados fazem guarda de ruas do Cairo, Egito, nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país AFP Mais
16.ago.2013 - Soldados do exército egípcio com veículos blindados guardam uma entrada da praça Tahrir, no Cairo, Egito, nesta sexta-feira (16). A Irmandade Muçulmana do Egito fez uma convocação nacional para uma "marcha da ira de milhões" depois das orações de sexta-feira para protestar contra a recente repressão violenta das forças de segurança a manifestantes, que deixou centenas de pessoas mortas no país Hassan Ammar/AP Mais
16.ago.2013 - Muçulmanos indonésios participam, nesta sexta-feirra (16), em Jacarta (Indonésia), de passeata contra o massacre ocorrido no Egito, em que forças do governo mataram mais de 600 pessoas que protestavam contra o golpe militar ocorrido há um mês. A ação foi condenada por diversos países Beawiharta/Reuters Mais
15.ago.2013 - Homem caminha com extintor de incêndio próximo a prédio do governo no distrito de Gizé, no Cairo, que foi incendiado nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Muhammad Hamed/Reuters Mais
15.ago.2013 - Moradores usam baldes na tentativa de conter incêndio próximo a prédio do governo no distrito de Gizé, no Cairo, que foi incendiado nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Muhammad Hamed/Reuters Mais
15.ago.2013 - Bombeiros tentam conter incêndio próximo a prédio do governo no distrito de Gizé, no Cairo, que foi incendiado nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Engy Ahmed/EFE Mais
15.ago.2013 - Bombeiros tentam conter incêndio próximo a prédio do governo no distrito de Gizé, no Cairo, que foi incendiado nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Hassan Ammar/AP Mais
15.ago.2013 - Bombeiros tentam conter incêndio próximo a prédio do governo no distrito de Gizé, no Cairo, que foi incendiado nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Hassan Ammar/AP Mais
15.ago.2013 - Bombeiros e moradores tentam conter incêndio próximo a prédio do governo no distrito de Gizé, no Cairo, que foi incendiado nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Hassan Ammar/AP Mais
15.ago.2013 - Egípcios carregam documentos de prédio do governo no distrito de Gizé, no Cairo, que foi incendiado nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Muhammad Hamed/Reuters Mais
15.ago.2013 - Mãe de apoiador da Irmandade Muçulmana que morreu durante confrontos chora ao reconhecer o corpo do filho na mesquita El Eyman, no Cairo (Egito), nesta quinta-feira (15). O Ministério da Saúde do Egito afirma que pelo menos 578 pessoas morreram nos confrontos de quarta-feira (14) em várias partes do país. Como a conta não inclui as mortes desta quinta-feira (15), a contagem de cadáveres irá aumentar Amr Abdallah Dalsh/Reuters Mais
15.ago.2013 - Egípcio segura cópia do Alcorão queimado parcialmente queimada em uma mesquita no Cairo, nesta quinta-feira (15). O balanço oficial divulgado hoje pelo governo do Egito informa que a série de confrontos verificados nesta quarta-feira (14) deixaram um saldo de pelo menos 525 mortos e 3.572 feridos Ahmed Gomaa/AP Mais